Siga por e-mail

Seguidores

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Causa e Efeito



Sintonize-se com a Natureza e use os elementos ao seu favor.

O modo mágico de pensar baseia-se na ligação com a Natureza e na espiritualidade que é compreendida pelo fato de que tudo que foi criado possui uma "centelha divina".

Somos individualidades que ao longo da jornada adquire conhecimento e experiência, evoluindo e retornando à Fonte de Todas as Coisas (Deus).

Uma das principais leis da criação é a Lei da Causa e Efeito, que serve para manter tudo em um equilibrado movimento. Tudo o que fizer repercutirá com um movimento de retorno.
Assim pese muito bem seus pensamentos, sentimentos e atitudes, porque o reflexo de cada ação retorna (triplicado - segundo a magia) para você!

Especial Tarô: A carta do carro: rumo a vitória de sua escolha!

Segundo várias crenças antigas, a alma pode encarnar fisicamente muitas vezes (reencarnação), aprendendo, corrigindo imperfeições até se tornar um ser perfeito e livre do Ciclo do Renascimento (Roda de Sansara).

Através de muitas existências, a criatura é modelada e aprimorada para que possa ser útil nos Mundos Invisíveis superiores nos quais um dia habitará.

Nos "bastidores" da vida física habitam outras forças que compõem e dão vida ao planeta.
Existem quatro "Reinos": Mineral, Vegetal, Animal e Humano, cada um tendo um papel importantíssimo e também sendo a expressão da Divindade.

O número 7: Encante-se com os 7 raios divinos, acenda uma vela e faça o seu pedido!

Todos constituídos dos elementos essenciais: Terra, Ar, Fogo e Água. Esses elementos constituem Forças ou Reinos com seus habitantes evoluindo como entidades conscientes diferentes do ser humano.

Os seres desses reinos são chamados de Elementais. Aos elementais da Terra deram o nome de "Gnomos"; aos elementais do elemento Ar de "Silfos"; aos elementais do Fogo, "Salamandras"; e aos elementais da Água, "Ondinas".

Os quatro elementos

Água
Nos mares, nos rios, nas corredeiras, nas cachoeiras, nas nossas veias, correm fluídos de vida e de força.
A Água é a Senhora das emoções, purificando, renovando, estimulando a intuição e ajudando a expressar os sentimentos com mais facilidade, trazendo a fluidez, fazendo-nos seguir no fluxo da vida.
Através dela todo nosso corpo libera os medos, as tristezas e as alegrias.
Ela é responsável por purificar os corpos e é também o sêmen quando cai sobre a terra fertilizando-a.
Sem ela não sobreviveríamos, sem ela não teríamos vida.

Terra
Nos campos, nas florestas, nas montanhas, no nosso corpo, representada pelos ossos, sentimos a força da Mãe Terra.
Nela reside a força que nos sustenta e alimenta.
A terra possui tudo que o homem precisa para viver.
Utilizamos o elemento terra quando queremos invocar a força da vida, o ímpeto da realização, a segurança, a determinação, as conquistas materiais, a saúde e ao trabalho.

Fogo
No Sol, nas estrelas, nas fogueiras ou nas brasas, na temperatura corporal, em nosso coração... sentimos a luz da vida.
O fogo é o elemento das transmutações, das transformações, do movimento rápido.
Sua força luminosa indica o caminho que deve ser seguido por aquele que conhece os ensinamentos do Universo.
O fogo é a chama que, acesa dentro de nós, faz brilhar nossa aura e nossos olhos, revelando a força de nosso espírito.
Utilizado quando queremos trabalhar as mudanças, proporcionar mais entusiasmo e otimismo, para pôr em prática seus objetivos, aumentar também a criatividade e o bom humor.
O fogo também auxilia no processo de limpeza, incinerando o velho cedendo lugar ao novo.

Ar
Nos ventos, nas brisas, na nossa respiração... sentimos o sopro de vida.
Ao nascer, nós iniciamos o processo vital da respiração: inspirar e expirar, onde a troca e interação do nosso interior com o exterior acontece a todo momento.
O ar é necessário para desenvolver a inteligência, o lado racional, a memória e a capacidade de comunicação verbal e corporal.

Lua fora de curso: Dias e horários que você deve evitar tomadas de decisões. Confira!

Todas as formas de vida (visíveis e invisíveis) são respeitadas na magia, pois tudo possui importância. A diferença é que as coisas estão em vários níveis de evolução dentro da Criação. Os humanos não são mais importantes do que os animais, que não são mais importantes do que as plantas e assim por diante.

Vida é vida, não importa qual forma física ela adote em um determinado tempo.
Todos somos parte da mesma Criação e tudo nos conecta e nos une.
A Natureza é considerada a Grande Mestra.
As leis da Natureza são reflexos das Leis Divinas que operam numa dimensão acima e numa abaixo da natureza física.
Assim, os antigos diziam a frase "assim na terra como no céu".
Ao estudar a Natureza, quanto mais nos sintonizamos, mais nos tornamos iguais a ela e fica mais fácil compreende-la e utilizar de seus elementos em a nosso favor.

Agradecimento - A terapeuta holística Mirhyam Conde Canto escreve periodicamente no site da Ana Maria Braga. E você também pode entrar em contato com ela, por meio do blog www.mirhyamcanto.blogspot.com, e-mail mirhyamcanto@uol.com.br ou telefones (11) 2296-9255 ou 8489-3858.

fonte do texto: http://anamariabraga.globo.com/home/canais/canais-zen.php?id_not=2467

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.