Siga por e-mail

Seguidores

domingo, 12 de fevereiro de 2012

EGRÉGORAS





A Egrégora é a alma do lugar, a energia que ele transmite. Os habitantes influem no ambiente.


Além de se preocupar com a decoração e disposição dos móveis, ao construir, comprar ou alugar uma residência é necessário que pesquisem sobre os antigos moradores, bem como, o que era o terreno antes da aquisição.
É importante ter o histórico inclusive de como ocorreram as obras, pois existem as Egrégoras que pela definição clássica é: "Egrégora provém do grego egrégoroi e designa a força gerada pelo somatório de energias físicas, emocionais e mentais de duas ou mais pessoas, quando se reúnem com qualquer finalidade,
A egrégora acumula a energia de várias freqüências. Assim, quanto mais poderoso for o indivíduo, mais força estará emprestando a egrégora para que ela incorpore às dos demais".

Quando adquirimos um imóvel com egregóras negativas o trabalho de rearmonização será mais intenso e a longo prazo, bem como, quando as egregóras são positivas todos sentem uma paz muito grande.
Vocês já devem ter entrado em um local e ter sentido uma paz, harmonia ou um clima ruim e pesado.

Pessoas com maior sensibilidade sentem que há algo diferente, um incomodo, quando há energia pesada em determinado lugar, isso pode ser visto quando há residências em que alguém morreu de forma brusca como em assassinatos ou suicídios, mesmo sem saber deste histórico muitas pessoas que visitam o imóvel, quando são mais sensíveis, sentem uma angustia, uma inquietude que a faz desistir da aquisição, isto porque a energia daquele fato permanece no local e deverá ser trabalhado para que seja transmutada a energia desta egrégora.

Porque Bruxa e Mago não coloca energia boa e tira a ruim de um local e sim transmuta, transforma a ruim em boa.  Uma pessoa ruim em um lugar bom, pode com sua energia transformá-la em ruim ou vice-versa .

Isso acontece também nas casas de pessoas negativas, que sempre tem problemas, "onde o copo está sempre meio vazio"... quando alguém de energia mais elevada está lá sente-se sugado, inquieto... é que a egrégora daquela residência está negativa, pesada...
Então , tão importante quanto pensar em todos os detalhes da nossa casa nova é importante que se conheça o histórico dela ou que pelo menos durante a execução das obras preste atenção a todos os detalhes e sempre que for visitar vá deixando pensamentos positivos de prosperidade e paz... construindo pouco a pouco a égroga de harmonia que todos queremos em nossos lares!



 Egrégoras espirituais.
Egrégora virou um termo comum, mas muita gente não sabe exatamente o que significa ou mesmo como manter uma egrégora .

Quando se forma um campo energético ou espiritual com um fim específico, cria-se uma egrégora, como se fosse um campo de forças ou energias acumuladas em um certo espaço físico ou não.

Mas para que elas servem e como utilizá-las da melhor forma?

Sua finalidade é concentrar energia para que a força seja mantida e assim energias ou seres com a mesma freqüência energética possam se aproximar e se manter. Podemos também fazer com que esse campo de força energética trabalhe a nosso favor.

Imagine um templo energético onde possa estar protegido e possa mais facilmente se concentrar. Um lugar onde sabe que pode encontrar claridade mental e sentir-se mais conectado às presenças espirituais ou simplesmente pelo fato de estar lá sentir-se bem.

Uma egrégora pode ser formada de várias maneiras e com fins diferentes. Numa escola de yoga, por exemplo, pode formar-se um egrégora onde permeia a paz, o relaxamento e a claridade mental. Já sentiu isso quando adentrou em uma escola assim? Isso acontece porque naquele lugar específico existe a finalidade de que seja assim. Muito provavelmente o dono da academia ou espaço mentaliza isso, conscientemente ou não. O que atrai pessoas com essa mesma freqüência e assim a egrégora é mantida sempre.
O ambiente atrai as pessoas com os mesmos problemas e qualidades do local.

Quando se trata de egrégoras espirituais, como por exemplo, uma reunião, em um centro espírita, ou mesmo com um fim espiritual específico, seres espirituais constroem essas egrégoras juntamente com os fundadores do lugar, ou a pessoa ou pessoas que tem uma finalidade muito específica ou comum.

Assim, são trazidos seres espirituais que possam ajudar em tratamentos, ou de alguma outra forma. Nestes lugares, formam-se concentrações energéticas muito poderosas onde pelo simples fato de estar lá já faz diferença. Para os seres espirituais isso é uma forma de proteção, onde conseguem sintonizar mais facilmente suas freqüências -dos freqüentadores- e assim conseguem tranquilamente passar suas mensagens e fazer seus tratamentos.

Você cria um egrégora pessoal toda vez que se concentra com um fim específico, mas, para que isso aconteça, precisa criar um ambiente físico, de preferência no mesmo lugar e horário todo dia, como um ritual. Fazendo desta forma, seres espirituais irão se aproximar mais facilmente e você poderá começar a fazer contato com eles ou simplesmente estar nesta sintonia, que será muito benéfica para você.

Não se preocupe, pois se você estiver com sua mente voltada somente a sentimentos de paz, amor, nada que não esteja nesta sintonia irá se aproximar. Preste sempre atenção nisso, e antes de fazer seu ritual, dispa-se de suas preocupações e concentre-se em ficar o mais neutro possível.  
Outra se existe um local, tipo uma empresa, casa de amigo, que vc não tem como interferir e transformar a energia daquele local, crie um escudo de proteção todas as vezes que for para este determinado local, assim vc estará protegido.
Aqui está o passo a passo para formar sua egrégora pessoal:

Escolha um lugar onde possa ficar tranqüilo sem ser interrompido.

Escolha um mesmo dia e horário.

Se você quiser, acenda uma vela e utilize incensos.

Faça uma pequena prece. A melhor forma de fazer uma prece é falar aquilo que seu coração mandar/pedir. Ou algo como: "Estou aqui reunido com meus amigos espirituais e meu anjo da guarda, que sempre me protege e gostaria de agradecer por tudo o que tenho na minha vida e por este momento de união e paz. Gostaria de entender um determinado assunto e saber qual o melhor caminho a seguir". (neste momento, fique em paz, e tente não pensar em nada.) O que provavelmente acontecerá é que você sentirá algo, através da sua intuição ou mesmo poderá receber algum outro tipo de informação por outra fonte, é só prestar atenção. Pode ser sonhos, dicas, palavras, sentimentos, pessoas...

A melhor forma desenvolver a sensibilidade mística  é ir treinando, tocando coisa, objetos e tentar sentir, fechando os olhos e sentindo a textura dos objetos, animais, plantas. Use seu pêndulo, para sentir a vibração de determinados locais, mas nada é tão certeiro quanto a sua intuição.

Note como animais, plantas, pessoas se comportam em determinados locais. Plantas que morrem logo, animais tristes e pessoas mal-humoradas, inquietas ou depressivas, desconfie.
Locais onde queima muito eletros, famílias que vivem em desarmonia, copos que quebram constantemente ou objetos, preocupe-se.

Precisa se acostumar a isso; tudo é uma questão de treino. Fazendo isso sempre em um mesmo horário fará com que se forme sua egrégora onde poderá sempre sentir-se em paz e conectado com sua força interior e os seres espirituais que o acompanham. 

Em se tratando de sua casa, além de fazer a prece, incense sua casa sempre com sálvia antes da prece, e logo após tome um banho de alecrim para sua proteção.
Incensos de Olíbano que ressoa com a energia do Deus e mirra com a da Deusa, juntos eles criam uma vibração unificada criando um espaço sagrado.


Os antigos consideravam a egrégora um ser vivo, com força e vontade próprias, geradas a partir dos seus criadores ou alimentadores, porém independente das de cada um deles. Para vencê-la ou modificá-la, seria necessário que todos os genitores ou mantenedores o quisessem e atuassem nesse sentido. Acontece que, como cada um individualmente está sob sua influência, praticamente nunca se consegue superá-la.

Se você ocupa uma posição de liderança na empresa, família, clube, etc., terá uma arma poderosa para corrigir o curso de uma egrégora. Poderá afastar os indivíduos mais fracos, mais influenciáveis pelos condicionamentos impostos pela egrégora e que oponham mais resistência às mudanças eventualmente propostas. É uma solução drástica, sempre dolorosa, mas às vezes imprescindível.

Se, entretanto, você não ocupa posição de liderança, o mais aconselhável é seguir o ditado da sabedoria popular: os incomodados que se mudem. Ou seja, saia da egrégora, afastando-se do grupo e de cada indivíduo pertencente a ele. Isso poderá não ser muito fácil, mas é a melhor solução.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.