Siga por e-mail

Seguidores

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Feitiços



Feitiços

Feitiços do Ano
Janeiro – Deus Janus é um mês de poder do começo ao fim, dizem que os 12 primeiros dias de Janeiro são poderosos para rituais de novos começos. Sirva as visitas e parentes brownies (bolos de chocolate com nozes). Os brownies são os espíritos guardiões do mês de janeiro.
Fevereiro – Deusa romana Februa. É o mês das fadas caseiras, é apropriado enfeitar os vasos de plantas com laços vermelhos. No último dia do mês coloque uma cabeça de alho nas janelas para proteger a casa durante o restante do ano.
Março – Deus Marte, Deus da guerra. Recolher água da chuva em potes para encantamentos. Os guardiões são os Silfos, quando chove muito, os Silfos estão festejando, não é bom reclamar!
Abril – Afrodite. Acredita-se q os amores nascidos no mês de abril são duradouros. Os guardiões são os elfos, duendes q adoram dançar ao som de flautas, ouvir essas músicas atraem os elfos q invadem nosso sono com sonhos proféticos.
Maio – Deusa Maya, comum vestir-se de verde para homenagear Gaia, mãe terra.
Junho – Deusa Juno. Mit. Romana. Nessa época acreditava-se que a borboleta se tornava sagrada, quem consegue avistá-la, atrairá boa sorte.
Julho – Imp. Júlio César. Guardiões são os Duendes dos bosques, ao oferecer uma maça a eles em agradecimento aos 7 meses passados, terão sorte na 2ª metade do ano.
Agosto – Imperador Augusto. O girassol é a flor consagrada, dar ou receber trará prosperidade.
Setembro – Quem olhar para lua crescente desse mês, poderá pedir algo perdido.
Outubro – O mais mágico dos meses, Acreditava-se que a mãe Natureza transformava criaturas encantadas em formigas, para expiarem os humanos. Pratinhos com açúcar pela casa o recepcionarão com alegria.
Novembro – É um mês para refletir sobre os ciclos. Acreditavam-se que as criaturas mágicas que saíram no Halloween ainda estavam entre nós, é um mês limiar entre os 2 mundos. (para bruxas do HS o ano começa em maio, pois comemoramos em 30 de Abril). Por isso no ultimo dia do mês, faça um altar com as representações dos 4 elementos, agradeça e diga que eles serão bem vindos no ano seguinte.
Dezembro - Na noite de 14 de dezembro, faça uma lista com todos os seus desejos realizados durante o ano. Plante uma semente para cada desejo realizado e agradeça a Deusa, pedindo renovação de sua fé, para que no próximo Ano, você possa plantar mais sementes. Para atrair espíritos guardiões, enfeite sua casa com arranjo de várias contas e vela verde no centro, quando o final do ano se aproximar, peça aos guardiões que protejam seu lar durante o ano que entrar.

Seja responsável ao lançar feitiços.........

Introdução ao lançamento de feitiços (I)
Por Sierra SilverOwl -  Tradução © Gustavo Elias 2001
Uma das partes mais críticas do lançamento de feitiços é seu planejamento.
Se você deixar de fora umas de suas partes,
a) ele não funciona; ou
b) retorna resultados não intencionados (ou até mesmo devastantes).
Em geral, um feitiço consiste de algo que é uma necessidade urgente. Isto é provavelmente o motivo pelo qual pessoas não ganham na loteria, pois ganhar na loteria é um desejo e não uma necessidade premente.
Primeiramente, você precisa de energia. Se você não sabe trabalhar com energia você precisa começar neste ponto primeiro. Uma vez que você tenha acesso a energia, você tem de determinar que tipo de energia você necessita para executar o feitiço.
Precisa de ajuda com artrite? Talvez queira tentar energia do fogo. Precisa de ajuda com problemas de sono? Talvez aterrar energia seria a melhor opção. Ou quem sabe uma combinação de vários tipos?
Se você vê a energia como algo sem divisões, ao menos decida o que você quer para você e imbua-a com esta característica.
Determine quando é melhor momento de lançar um feitiço. Pode ser agora, neste momento, antes que o outro carro bata no seu, ou na próxima lua cheia/negra. Para banimento, eu uso a fase cheia da lua, para aumentar, eu uso a lua negra.  Alguns fazem o contrário. É preciso, entretanto, ter um motivo psicologicamente significativo para você.
Mas, se você encontra-se em uma situação de emergência (um carro está para bater no seu) é provável que você não queira esperar mais um segundo.  Você saberá quando está no tempo certo para agir com pressa.
Considere escrever palavras a serem ditas as quais reforcem seu plano.
Se você quer dinheiro, como você planeja obtê-lo?  Cuidado para que ninguém morra deixando-lhe uma herança.  Você vai procurar um novo emprego? Começar a vender objetos artesanais? O que você vai fazer, uma vez que dinheiro não cai do céu?
Planeje cada detalhe, não importa o que você queira.  (...)
Visualize o resultado – um amor chegando até você em plena felicidade, um novo carro sendo seu, etc.  Se você não sabe o que quer, como pode alcançá-lo?
Considere quais palavras você irá utilizar para confirmar seu feitiço. “Que assim seja!”,  “Que esta sorte venha até a mim!”, “Que os deuses forneçam-me…”, etc..
E então, esqueça-o. Tomar conta de um feitiço não é igual a tomar conta de uma panela. Questionar seu feitiço é uma maneira certa de desandá-lo ou desfazê-lo.
[Nota do Tradutor: Pensamentos positivos geram resultados positivos. Acredite no que você fez.]
Não espere magia de palco. Não se trata de espelhos e fumaça. Magia é uma força da natureza e trabalha de formas naturais.  Ela segue o caminho de menos resistência e demora um tempo para funcionar.
Por último, não use o lançamento de feitiços para substituir o comportamento de bom senso no mundano. Se você tem um câncer, não despreze tratamento médico utilizando-se apenas da magia. Use-a para lhe auxiliar em seu tratamento.  Se você precisa de um emprego, torne-se um excelente candidato, e use a magia para aumentar suas chances de conseguir um emprego.
 
Introdução ao Lançamento de Feitiços II
Dando continuidade aos nossos estudos sobre o lançamento de feitiços, analisemos agora parte de um artigo escrito por Nitewing sobre métodos de cura na Bruxaria, o qual fornece excelentes dicas sobre este assunto.
Através dos tempos, pessoas curaram. Muitos métodos tem sido utilizados - desde feitiços e ervas, à saanguessugas e drogas modernas. Este artigo é sobre alguns dos muitos métodos utilizados por Wiccanos, Bruxos e Pagãos. Não há nenhum grande mistério aqui, pois todos possuem a habilidade para curar, embora nem todos aprendam a lidar com estas habilidades. É necessário tempo e um estudo cuidadoso para aprender a utilizar qualquer habilidade natural, seja ela telecinética, ou a habilidade para curar. (…) É claro que médicos são úteis, e ninguém nunca deverá lhe dizer que qualquer um destes métodos deva substituir a habilidade de um médico treinado. Contudo, feitiços são úteis quando utilizados com destreza e bom senso. (…)
Feitiços para Cura
O uso de feitiços para cura data de séculos. Feitiços são algumas vezes usados em conjunto com preparações de ervas, e algumas vezes utilizados sozinhos. Feitiços para cura devem ser realizados durante a lua crescente ou cheia. Cura é magia construtiva, e torna-se mais forte se realizada durante a fase correta do ciclo lunar. As éticas geralmente aceitas nos impulsionam a não realizar magia a favor de outra pessoa sem sua permissão. Eu, pessoalmente, sinto que isto é uma conduta sábia, embora hajam outros os quais discordariam com este ponto de vista. (…)
Quando lançando um feitiço para cura, a energia pode ser elevada por vários métodos.  Alguns usam meditação e/ou cânticos, alguns queimam velas e dançam em círculo, alguns usam magia sexual, e outros simplesmente elevam energia à vontade. Qualquer método confortável e eficaz para você está bom. O objetivo aqui é focalizar na doença, visionar a pessoa curada, elevar as energias e então liberá-las rumo ao resultado desejado. Se você precisar usar palavras ou cânticos, está ótimo. Entretanto, eu sugiro fortemente que você pense sobre as palavras e as escolha com cuidado antes de começar a trabalhar o feitiço. Isto lhe dá a oportunidade de considerar todos as possíveis maneiras as quais suas palavras possam direcionar energia, e ajustá-las precisamente de forma a garantir que elas reflitam suas intenções. Seria uma pena efetuar  todo este trabalho, e mais tarde verificar que você ‘não acertou o alvo’ devido a obscuridade de suas palavras. Eu fui sempre ensinado que um feitiço completo chama a atenção ao problema, expõe de forma clara os resultados desejados, e dá direção a energia. Por exemplo, a rima: 
Rain, rain go away,
come again some other day,
Little Fulaninho wants to play."
Chuva, chuva vá embora,
volte de novo um outro dia,
Pequeno Fulaninho quer brincar.”
[Nota do Tradutor:  obviamente seria necessário uma adaptação da mesma para que rimasse em português]

é um feitiço completo. Ela chama a atenção ao problema o qual é o fato de estar chovendo. Ela expõe de forma clara os resultados desejados, os quais são a ida da chuva embora. Ela direciona a energia problemática (neste caso, a chuva indesejada), dizendo a ela para voltar de novo, outro dia, e até constata porque… Johnny quer brincar. Isto pode soar simples ou trivial demais, mas é realmente um feitiço completo e bem pensado.  Se você não tivesse dado a instrução  para a chuva voltar outro dia, você poderia, muito bem, ter gerado uma seca, a qual não seria nada boa. Isto foi o modo o qual minha avó me ensinou a criar meus próprios e simples feitiços.  Para o iniciante, isto é uma boa prática, e você poderá enfeitar as palavras mais tarde, quando já tiver aperfeiçoado suas  habilidades em criação de palavras.
É também perfeitamente aceitável solicitar a ajuda de uma deidade. Por exemplo, pode-se entonar:
 “Oh, [substitua por uma deidade específica]
Peço por sua divina assistência em um tempo de necessidade.
Forneça-me seu poder na cura da [1]
Ulcera de Fulano de Tal.
Para que ele esteja livre da dor.
Que isto seja feito da forma correta
E para o bem de todos.
Que assim seja.”

  
[Nota do Tradutor: Este modelo segue os moldes da Bruxaria Moderna]

Isto chama-se invocar poder, e o que se faz aqui na verdade é pedir que deidade empreste sua energia, a qual será combinada com a sua própria para atingir o resultado desejado. Isto é perfeitamente aceitável, e em muitos casos - onde você poderá estar trabalhando sozinho e precisa de uma entrada de energia maior – é geralmente necessário. Use seu próprio julgamento, e sinta-se livre para combinar o trabalho de feitiços com outros métodos de cura. (…)
 
1. Forneça: a palavra utilizada no inglês foi “lend” a qual tem como sua tradução literal principal “emprestar”

Copyright 2001 Aengus Mac ind Óg
Todos os direitos reservados

  Introdução ao Lançamento de Feitiços III
Os Elementos da Construção de um Feitiço
Copyright © 2001 Gustavo Elias e Claudia Mathias
Analisando os dois últimos artigos e juntando as peças do quebra-cabeça, é possível obter uma idéia geral de como feitiços são formados e quais os ítens mais importantes para obter êxito em sua prática. Na Bruxaria Tradicional, os feitiços são compostos de ritualísticas bastante simples - onde o praticante irá utilizar-se de quaisquer elementos necessários para o seu funcionamento. No início, a tendência é fazer uso de um número considerável de ferramentas - até um momento em que sejam necessários menos referenciais para que o indivíduo entre em conexão com a magia de seu trabalho e passe a utilizar os elementos mais básicos contidos na própria natureza.
Por onde começar?
A primeira etapa seria definir o objetivo de seu trabalho - seu real propósito. Medite muito sobre isto! Ex.: Se você irá fazer um feitiço de amor, pense: "Por que quero conquistar o(a) Fulano(a)?", "Amo-o de verdade, ou é por puro capricho?", etc. (É claro que se você fosse realizar um feitiço emergencial de cura, proteção, etc.,  não haveria necessidade de refletir sobre seus propósitos. Entretanto, é importante que você comece com trabalhos mais simples). Analize com calma os possíveis resultados de seu ato mágico. Isto irá ajudá-lo a tornar seu propósito ritualístico mais preciso.
Escolha a forma em que irá trabalhar. Defina quais ferramentas e materias serão necessárias para seu trabalho - você pode utilizar objetos pessoais da pessoa a qual será o alvo do feitiço, bem como pedaços de unha, fios de cabelo, sangue, esperma, suor, lágrimas, na medida em que contém a energia da pessoa. Você poderá também fazer uso de fotos, desenhos, roupas, além de bonecos os quais podem ser combinados com os elementos de conexão energética mencionados - sendo excelentes para trabalhar feitiços de cura, entre outros.
Com o propósito ritualístico em mente, escreva o encantamento a ser utilizado. Este deve ser simples, e ao mesmo tempo preciso. Certifique-se de que suas palavras refletem suas intenções com exatidão, e que estas não geram nenhum tipo de ambiguidade. Não é necessário compor longas estrofes a menos que estejam descrevendo o propósito de seu feitiço. Você Poderá utilizar rimas em seu encantamento, na medida em que estas o ajudarão a memoriza-lo.
A próxima etapa seria a geração da energia a ser aplicada em seu trabalho. É importante que você imbua a energia com as características propícias para o seu trabalho (energia de cura, transformação, destruição, etc.). De fato, muitos acham mais fácil trabalhar a energia em suas características mais conhecidas como Terra, Água, Fogo e Ar - isto não seria exatamente um ponto de vista de todos os Tradicionalistas, mas irá funcionar da mesma forma. Voltando-se para seu objetivo, visualizando-o, gere a energia e após um determinado tempo, começe a utilizar seu encantamento simultaneamente (se você está trabalhando, por exemplo,  com um boneco "voodoo", este é o momento de agir sobre ele). Procure realmente incorporar a energia que estiver trabalhando, e quando estiver pronto, você deve liberar a energia visualizando com clareza os resultados desejados. Esteja atento a sua intuição, e procure sentir o momento em que a energia está em seu ápice, e assim saberás o momento certo para liberá-la.
Se você está trabalhando com bonecos, ou se seu feitiço possui outros objetos os quais serão mantidos, decida o que irá fazer com eles ou como irá armazená-los e então esqueça de tudo o que foi feito. Todo ato mágico gera efeitos, independente se estes demorarem 1 dia, 1 semana ou 1 mês para manifestarem-se. Logo, é importante ser paciente e não colocar nenhum tipo de ansiedade no que fez - pois isto só irá contribuir para cancelar seus efeitos.
Lembre-se de que um feitiço é você trabalhar em prol de um objetivo com elementos que alteram sua consciência e que te dão referências de que aquilo que você está fazendo vai dar certo. É claro que uma simples reza à luz de vela pode também ser considerada um feitiço. Não importa o que você usa, e sim como você usa o que você tem no momento. Objetos materias são simples referencias para dizer "estou fazendo um feitiço". Mas o que faz funcioná-lo é o modo como você trabalha a sua mente (é por isso que os grandes milagres na igreja acontecem. Orações e novenas, causam efeito porque a mente está em um trabalho contínuo em prol de um objetivo).  Ter fé no que você faz é manter um pensamento positivo a acreditar em seus potencias.
Copyright © 2001 Aengus Mac ind Óg
Todos os direitos reservados

Quando um feitiço não funciona
  Uma Exposição dos principais motivos
 
Há momentos em que o praticante realiza um feitiço e descobre mais tarde que sua ritualística não surtiu efeitos. Antes de enquadrar-se nesta categoria,  você deve ter em mente que um feitiço - embora encaminhe-se
imediatamente ao seu objetivo - pode demorar um pouco para fornecer-nos qualquer evidência
  indicando sua eficácia. É realmente preciso ter paciência e manter-se crédulo com relação ao seu trabalho.
  Por outro lado, se este é realmente o seu caso, cabe analisar alguns aspectos os quais possar ter contribuido diretamente para o seu fracasso.
  1. Crer ou Não Crer?
  - A dúvida no momento em que você está lançando um feitiço é obviamente um potencial contribuinte para sua total perda de tempo. Nunca "experimente" um feitiço para ver se ele funciona. Aliás, brincar com a magia irá, indubitavelmente, trazê-lo sérias conseqüências!
  2. A Energia Acumulada pelo Praticante
  - Você precisa gerar algum tipo de energia para dar "potência" ao seu feitiço, ajudando com que você alcance o seu objetivo. Se você não foi capaz de gerar  energia suficiente (devido a sua concentração ou estado geral), seu feitiço pode não ter alcançado sua meta.
  3. A condição Mental do Operador
  - É preciso estar em um estado mental adequado ao tipo de feitiço que você está fazendo. Se você está tentando fazer um feitiço de amor, é preciso ter consigo o sentimento de amor por aquela pessoa para que você possa projetá-lo no universo. Ou seja, você não poderá estar se sentido deprimido ou com raiva quando estiver realizando um feitiço deste gênero.
  4. A Experiência de quem está Lançando o Feitiço
  - As vezes, o operador novato escolhe ou elabora feitiços longos e complexos sem a necessária experiência para lançá-los. É preciso ter prática com ritualísticas mais simples antes de partir para trabalhos mais complexos.
  5. O Feitiço Propriamente Dito
  - Não é raro encontrar feitiços sem pé nem cabeça espalhados pela Internet. Se você decidir realizar um feitiço elaborado por outra pessoa, verifique se ele está embasado no bom-senso.
  Estes são os principais fatores a serem considerados do ponto de vista da  Bruxaria Tradicional.  

Copyright © Gustavo Elias e Claudia Mathias 2001.

Feitiço do Vento

Esse feitiço é muito eficaz as maldições jogadas oralmente, as tradicionais pragas.
Você vai precisar, primeiro de um dia com muito vento, um pouquinho de açucar, um punhado de farinha de trigo e um pouquinho de sal.
Coloque tudo na palma da mão e , enquanto o vento lega os ingredientes, repita o seguinte encantamento:
Vento que sopra nos campos,
Vento que carrega as sementes,
Leva a maldição a mim enviada,
E alegria na minha vida tu ventes.
E que assim seja,
E assim se faça!
Feitiço para a paz e felicidade pessoais

Este feitiço aprisionará entidades negativas antes que possam afetar a harmonia de sua casa. Apanhe um pedaço de papel branco. Ao escrever as palavras abaixo nele, escreva-as em espiral, da borda externa para o centro do papel.
Escreva: "Todos vocês espíritos intrusos e desarmoniosos, são atraídos para esta armadilha. Do centro você só pode retornar para o local de onde vieram".
Deixem-no sob o capacho da sua porta frontal. Se alguém entrar trazendo tais criaturas, eles serão aprisionados na porta. Esse é um sistema muito antigo, usado pelos povos da Mesopotâmia.
Ritual das Velas

Na Arte, as Velas são usadas para aumentar o poder de um encantamento, ou para influenciar um poder em particular. Elas simbolizam a transformação da vontade em energia, elevando-a ao Plano Astral. Você pode notar que enquanto a Vela é consumida, ela vai desaparecendo, evaporando-se.
As velas são por vezes usadas juntamente com ervas e outros auxiliares dos encantamentos, todos apontando para um objetivo em comum. Escolha a vela correspondente ao seu objetivo e com o seu Athame, grave nela os seus desejos. Para isso você pode usar siglas, símbolos, abreviações e tudo o mais que lhe convier. Depois use um óleo apropriado para ungir a vela, qualquer óleo que tenha o objetivo em comum com o do encantamento. Não unte o pavio da vela.
Para untar uma vela, use a Mão do Poder, é a mão que você mais usa, esfregue a vela com movimentos circulares ou em espiral. Se você deseja que alguma coisa venha até você, esfregue a vela da ponta para a base. Se deseja remover alguma coisa, esfregue da base para a ponta. Role a vela sobre as ervas correspondentes e finalmente coloque-a no castiçal.
Suspenda as mãos ao lado da vela, mentalmente envie seus desejos para ela e acenda a vela dizendo: "Vela de poder, Vela de força, crie os meus desejos aqui, nessa noite. Poder flua do fogo desta Vela. Atenda o desejo de meu coração, as minhas palavras tem força, a vitória esta ganha. Assim digo, Assim seja! Este encantamento está feito".
A Vela não pode ser apagada, deve arder até o fim. É normal que ela evapore totalmente, mas caso haja resíduos, retire-os com o Athame, cuidadosamente e jogue-os em Água corrente ou aos pés de uma Árvore, ou jardim.

Algumas informações que eu acho úteis sobre a queima das velas.

1 - Quando acender uma vela, use sempre fósforo, nunca isqueiro, a ação de "riscar" o fósforo é simbólica.
2 - Você deverá saber exata e precisamente o que deseja.
3 - A vela, ao ser impressa com o seu desejo pelo Athame, torna-se um receptáculo desse desejo.
4 - A conversão gradual da vela em Elemento Fogo, é uma transferência Alquímica da matéria em Espírito. O seu pedido é de fato transmitido de sua própria consciência universal - espiritual atráves do "médium" da vela. Ela é portanto, o seu elo de ligação com a Mente Universal, a qual é a fonte de todo conhecimento e de todos os milagres. O Fogo, representa o Espírito, o oposto da matéria, o qual é criado pela chama da vela.
5 - Se prestarmos atenção quando acendemos as velas, podemos identificar algumas mensagens:
Vela não acende prontamente
O Elemental pode estar com dificuldades para ancorar
Vela queimando com luz azulada
Indica a presença de Anjos e Fadas
Chama vacilante
Devido às circunstâncias, seu pedido terá algumas mudanças
Chama que levanta e abaixa
Você está pensando em várias coisas ao mesmo tempo
Chama que levanta e abaixa
O Elemental utilizará uma pessoa para falar o que deseja
A chama solta fagulhas
Você terá desapontamento antes do pedido ser realizado
A chama parece uma espiral
Seus pedidos serão alcançados, estão sendo levados
Pavio se divide em dois
Seu pedido foi feito de forma dúbia
A ponta do pavio brilha
Mais sorte e sucesso
A vela chora muito
Dificuldades para o pedido ser realizado
Sobra um pouco de pavio e cera
Faça mais orações

Ritual de harmonização:

ingredientes:
velas brancas,
velas azuis,
incensos de flores do campo,
um copo com àgua mineral filtrada,
flores naturais.
modo de fazer:
tome um banho e se purifique com àgua e sal grosso,depois repouse num local tranquilo,acenda as velas,os incensos e esplalhe flores em seu redor,
mentalize paz e amor dentro de você,lhe trazendo força e equilibrio para superar as barreiras da vida, diga em voz alta "que seja para o meu bem e todos os envolvidos"
Assim Seja, Assim se 
Faça
Encantamento da Cura

MATERIAL: um pedaço de uma ametista ou uma pedaço de fluorita e uma boa visualização. Sente-se em um lugar calmo e o mais quieto possível. Pegue a pedra com a mão esquerda se a dor é em um membro do corpo, se a dor for no centreo do corpo, segue-a com sua mão de escrever . Imagine uma luz saindo do chão e entrando no seu corpo até chegar a cabeça. Enquanto imagina isso, diga: "Luz da cura luz da vida, cure meu corpo, até a ferida" Va repetindo a frase até que a luz chegue a sua cabeça. Quando seu corpo ficar cheio de luz, concentre-a para a parte de seu corpo com a dor. Quando fizer isso, diga : "Que assim seja e que asism se faça". Você ficará melhor logo.

Encantamento da Cura pela Agua

Quando estiver doente, encontre um regato de água corrente limpa, clara e rasa. Dispa -se (use um trajo de banho se desejar) e caminhe pelo regato. Abixe-se até que a água cubra todo o seu corpo. Se o problema estiver na cabeça, mergulhe na água por alguns segundos antes de passar para a próxima parte. Sinta o frescor da água em sua pele; sinta-a enquanto ela o purifica, removendo a sujeira, o pó e a doença.Comece a então, numa voz suave, as seguintes palavras, visualizando a "doença" como "vermes negros" que abandonam seu corpo, caindo na água do riacho e fluindo para longe de você, rumo ao mais primitivo onde serão purificados. A doença flui para fora de mim, Para o rio, rumo ao mar! Repita estas palavras por alguns minutos, até que julgue ser a hora de parar. Saia da água, seque seu corpo e está feito. Naturalmente isto não deve ser tentado num rio de correnteza forte, se estiver muito doente para se mover ou em substituição a um tratamento médico qualificado. Mas pode ser um auxílio para o processo de cura do corpo.

Poder Interior

Use um quadrado de tecido carmesim, cheio de folha de louro, flores de sabugueiro, rosmaninho, verbena, folhas de carvalho, folhas de azevinho ou baga e visco. Amarre com um fio azul e borde ou desenhe seu próprio símbolo pessoal.

Proteção

A melissa afasta os pesadelos e confere sonhos alegres quando colocada debaixo do travesseiro. Ela deve ser usada seca e guardada num saquinho de algodão ou seda branca. Com ela se fabrica também uma coroa de ramos secos para ser usada em meditação e trabalhos mágicos. Esta coroa vegetal evita maus pensamentos e protege contra influências estranhas vindas de fora.

Anéis dos desejos de Samhaim

Vários dias antes do Samhaim, faça três anéis de palha ou feno trançado. Pendure-os nos arbustos fora de sua janela e faça um desejo a cada anel enquanto o pendura. Após isso, não torne a olhar para os anéis até a noite de Samhaim, ou seus desejos não serão realizados.

Encantamento  para parar de beber

Pegue um coco verde e corte uma tampa. Coloque dentro dele um pouco de bebida alcóolica, de preferencia uma que a pessoa beneficiada ingira e queira se livrar. Cubra com um pano branco novo, sem uso. Entre no mar numa noite de lua cheia, ofereça aos Deus das águas e peça sua ajuda e proteção. Diga: "Ondas que levam o coco para o fundo, que leve também o vicio junto"

Anel da Fortuna

Esta antiga magia teve sua origem na região do Reno e é praticada através dos século graças aos seus incríveis resultados. Colha uma flor amarela em um dia de sol (peça antes licença às fadas). Pegue o caule da flor e faça com ele um anel que caiba perfeitamente no seu dedo indicador. A flor deve ser enterrada junto com um papel em que estejam escritos seus desejos de prosperidade. Use o anel por 3 dias. Depois. prepare-se para agradáveis surpresas.

Magia das fadas

A canela sempre foi usada para magias de prosperidade e pode ter seu resultado potencializado se utilizada de acordo com esta receita originária de uma antiga irmandade mística conhecida como "A Senda das fadas": Acenda num jardim um incenso de canela, escolha uma flor e, segurando sempre o incenso, faça com que as cinzas caiam formando um círculo em volta da flor escolhida. Peça então que a fada dessa flor oriente seus caminhos rumo ao sucesso. Há milênios as fadas atendem esse código tão singular.

Palavra Mágica

Quanto damos nomes às coisas ou situações estamos outorgando a eles exigência e poder. Crie, portanto, uma palavra mágica que será sua chave para acionar as esferas da magia. Essa palavra deverá ter 11 letras e uma sonoridade que agrave seus ouvidos. Lembre-se: você é o senhor do seu espaço mágico. Assim, toda vez que proferir essas palavra, imagine muita luz em sua direção. A repetição desse pensamento é tudo de que precisa para transformar essa palavra, pouco a pouco, em seu mantra de poder pessoal.

Prosperidade
Se você deseja prosperidade no próximo mês, experimente colocar, no primeiro dia da Lua nova, alguma flores brancas, dentro de um vaso de cristal com um pouco de água de fonte ou mineral.
Coloque esse vaso na janela exatamente na hora do anoitecer e deixe-o ficar por toda noite, recolhendo-o sempre pela manhã, antes do nascer do sol. Repita essa operação até o dia em que entrar a Lua crescente, quando recolherá as flores, cuja as pétalas serão guardadas dentro de uma pequena caixa.
Faça esse feitiço todos os meses, sempre recolhendo as pétalas. Ao final do ano, leve-as a um jardim e as deposite sob pés de flores, agradecendo a prosperidade recebida.
Para obter ajuda de uma Dríade:
Dríade é o espírito que reside em cada árvore. para obter sua ajuda escreva um uma fita vermelha o seu desejo e amarre-o em um galho de uma árvore (a árvore com o poder relácionado com o seu pedido) e diga:
"Grande Deusa e Grande Deus, permitam a realização de meu desejo,
espírito desta árvore, ajude me a concretizar esse meu desejo,
Em nome da Deusa e do Deus
Este encantamento está feito!"
Ao terminar, deixe alguma oferenda (um a mexa de seu cabelo, uma moeda...) em homenagem a árvore 
Magias de Auto Defesa
Algumas pessoas desenvolvem um lado claramente maldoso ou mal intencionado que pode atingir quem está por perto.
Pode ser o fofoqueiro, o invejoso, aquele que só conta desgraças, ou então o tipo que sempre diz "isto não vai dar certo".
A impressão que dá é que estão sempre ocupados em transferir para o maior número possível de pessoas o peso de suas frustrações.
Precisamos estar atentos para não sermos invadidos ou atingidos por energias que não são benéficas para nossa mente ou espírito.
Perseguições ou Implicâncias

Neutralização com Espelho
Contra pessoas que por alguma razão resolvem espezinhar sua vida afetiva, seu trabalho, sua paz... enfim perseguições sem motivo real, a não ser destilar veneno em um mesmo alvo que geralmente é o mesmo, e o pior: Você.
Neste caso para neutralizar o efeito: Imagine que está segurando um espelho diante de seu agressor que reflete a imagem dele mesmo . Deste modo todo pensamento destrutivo que for direcionado para sua pessoa voltará para o emissor.

Atraso Financeiro

Reversão com argila
A fórmula a seguir é muito eficaz contra encantamentos que tem por objetivo impedir que você progrida financeiramente ou que se estabilize no trabalho.
Para cortar o efeito deste tipo de encantamento negativo, use uma xícara branca (tipo de restaurante chinês) e coloque argila de modelagem até a metade.
Deixe-a num canto de seu quarto, perto de sua cama, por sete dias.
Diga todos os dias: Tu és a terra e a água de que é feito o mundo, seja tu a terra e a água que absorve todo mal que é lançado contra mim.
Depois de uma semana jogue a terra fora pela porta dos fundos, se não tiver porta dos fundos use a da frente mesmo, desde que saia de seus campo de força energético é o que importa.
No dia seguinte lave xícara e pode voltar a usar para o mesmo encantamento se for necessário.

Pedir Claridade e Sabedoria

A Sálvia é conhecida por ser a planta da sabedoria e da clareza mental. Sendo assim ela poderá ser de grande utilidade quando estamos com os pensamentos embotados ou vivendo ilusões.
·         Antes de uma prova ou concurso que tememos "um branco mental".
·         Use 6 folhas para cada litro de água fervente, deixe esfriar e enxague os cabelos
·        
Passar em concursos ou provas (esse eu garanto)
Mas não livra que se tenha que estudar!!!

Lua Cheia ou Crescente, num domingo, terça-feira ou quarta-feira.
Anotar o nome do concursante num pedaço de papel amarelo.
Fazer um círculo de folhas de louro ao redor do papel, mas sem ocultar o nome escrito.
Acender uma vela amarela, untando-a de cima para baixo com os dedos polegar e anular ou polegar e mínimo.
Use óleo de girassol, pitanga, sândalo ou canela.
Coloque a vela acesa acima da coroa de louros.
Ponha água pura em uma taça de cristal e posicione do lado esquerdo da vela.
Acenda um incenso
Se puder repetir o ritual durante tres dias é o ideal.
Trocar a água todos os dias.
As sobras das velas e as folhas de louro deverão ser colocadas aos pés de uma árvore frondosa e saudável que cresça tanto quanto a carreira.
No dia do concurso seria bom que a pessoa acendesse um incenso de alecrim ou untasse as mãos com a essêcia. Melhor ainda se ela levasse um ramo de alecrim e o colocasse sobre a mesa no lado esquerdo, pois esta planta intensifica a memória e facilita a expressão do pensamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.