Siga por e-mail

Seguidores

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

HORAS ABERTAS






Aqui explicarei o que vem a ser as chamadas Horas Abertas, que devem ser observadas na Magia.
As Horas Abertas são determinados horários particularmente perigosos a respeito dos quais se deve precaver.  
São horas em que "tudo é permitido" na Magia, horas em que as correntes fluem mais facilmente, enfim, horas em que qualquer pessoa pode ser magicamente atingida.  



Por esta razão é que os Iniciados tomam as suas precauções e se mantém sempre protegidos nesses horários temerários.
Atingir um Iniciado é tarefa que só pode ser pretendida por outro Iniciado de formação equivalente, então não nos ocuparemos desse ponto, e falaremos das coisas a que estão sujeitos os profanos, com nenhum ou pouco envolvimento e compreensão do que seja a Magia.




Falamos do profano, do leigo, da pessoa comum, que pode ser atingida por correntes mágicas.
Antes é necessário um esclarecimento : um Iniciado pode atingir um profano em qualquer horário, de maneira que este teria pouca proteção por desconhecer as fórmulas.   

Mas entre os próprios profanos são enviadas correntes mágicas, as pessoas se atacam mutuamente de variadas formas, e é a esse particular a que nos referimos.



Nas horas abertas existe toda uma facilidade que faz com que seja bem mais fácil atingir alguém. Obviamente que em quase todos os casos esse "atingir" se refere às Artes Negras porque o que há de mais comum é profanos tentando se prejudicar mutuamente, às vezes de forma inconsciente mas quase sempre de forma intencional.



Toda carga enviada por um profano contra um Iniciado invariavelmente voltará ao emissor, e muito frequentemente acabará caindo sobre familiares próximos, atingindo também o próprio atacante.
Cabe esclarecer que todo Iniciado é protegido pela
Egrégorada Ordem, de maneira que essa egrégora absorverá o impacto maior e responderá ao ataque, o que significa que um profano que tenta dirigir uma corrente negativa a um Iniciado receberá sua carga de volta e ainda receberá a carga da egrégora, que fará o que for necessário a fim de neutralizar o agressor para que não volte a tentar atacar. 
Para um profano isso é algo terrível.
 

Rituais que visam o Bem não necessitam a observância de horários específicos (salvo em determinados casos, mas não entrarei nesses detalhes agora) mas os rituais que visam o Mal terão uma eficácia maior se forem praticados durante as Horas Abertas. Mas não em qualquer uma delas, posto que cada uma das 4 horas é dedicada a um tipo de malefício.



As Horas Abertas são 4, e cada uma é associada a um astro, tem um objetivo específico. Ocorrem às 6 da manhã, ao meio-dia, às 6 da tarde e à meia-noite.
Para que fiquem melhor compreendidas, veja a minha Tabela de Correspondência das Horas Abertas :




HORANOMEPLANETAAÇÃO



06 : 00Hora LunaeLUArituais que visam perturbar a mente e o espírito
12 : 00Hora SaturniaSATURNOrituais que visam atacar a saúde física
18 : 00Hora VenusiaeVÊNUSrituais que visam obstruir e destruir totalmente a vida amorosa da vítima
00 : 00Hora ArésiaMARTE (Ares)rituais que visam a destruição da vida profissional, financeira e material da vítima

                         
Porém o que aqui foi revelado não deve alarmar ninguém, pois não se concebe a sanidade de alguém começar a ficar preocupadíssimo porque descobriu esse aspecto de sua vulnerabilidade, posto que todas as pessoas sempre estiveram sujeitas a tais coisas, portanto não haveria de ser agora que alguém iria se desesperar por saber que pode ser atacado. Sempre o pôde. 




Além do mais, as Horas Abertas não querem dizer que uma pessoa vá ser atacada apenas nesses horários, posto que muitos e muitos magistas sequer sabem da ocorrência desses eventos. 
Tem de ficar claro que toda pessoa está sujeita a ser atacada magicamente a qualquer horário, mas se o ataque for feito especificamente nesses horários, da maneira correta e pelo objetivo específico o efeito tem muito mais chances de atingir seu alvo com um precisão bem maior.
As pessoas que de uma maneira ou outra lidam com esse Universo mágico devem desenvolver o hábito de se protegerem, estejam ou não sob a iminência de um ataque.  




Muitas vezes concentramos nossa atenção em um inimigo, manifestando a certeza de que ele irá nos atacar e eis que o ataque parte de um suposto amigo.
Pelo termo "ataque" não nos limitamos a tratar apenas de rituais elaborados mas também de cargas negativas dirigidas a nós pelo pensamento de pessoas ressentidas. Assim, para que se constitua num ataque não é preciso que a pessoa tenha feito ou mandado fazer magia contra outrem : o pensamento negativo travado e plasmado na idéia do malefício de alguém cumpre esse mesmo papel.




Muitas vezes é a ignorância a responsável pelo estrago pois em muitos casos a pessoa que ataca nem tem consciência de que aquele pensamento de revolta contra outra pessoa se converterá em uma corrente que pode atingir a pessoa em questão.



Mas com ou sem culpa, se o atacante dirige uma corrente dessas contra um Iniciado terá de pagar o preço, pelas razões já expostas, e receberá de volta sua carga e mais a manifestação da egrégora da Ordem.
Mas quando tais coisas acontecem entre pessoas comuns elas se prejudicam mutuamente.



Uma coisa que muitos desconhecem é que a inveja também faz o papel de ataque mágico, e normalmente tem um índice de eficiência bastante relevante, embora tenha a contra-indicação de, geralmente, vitimar também o invejoso e não apenas o invejado.



Por certo que me refiro ao tipo negativo de inveja, posto que há um tipo que podemos classificar de positivo, que é aquele em que se "inveja" alguém por alguma qualidades especial e então isso gera inspiração para que nos tornemos também possuidores daquela qualidade.



Já a inveja negativa não visa adquirir essa nova qualidade ; ela visa destruir o possuir desta, para que então ninguém a tenha.
É um ato do Mal.




Às vezes até mesmo sem ter conhecimento pleno das razões, até algumas religiões recomendam uma certa proteção em determinados horários, e é assim que o Islamismo tem rezas em horários específicos do dia, e a Igreja Católica também, como é o caso da Hora do Angelus, às 18 horas, diariamente.

Sempre enfatizamos que para o místico, ou Buscador, sincero, é imprescindível que ele desenvolva o hábito da Oração, não apenas para fins de um maior contato com o Poder Maior mas também para essas situações de salvaguarda e defesa.



Se não for assim essa pessoa estará prejudicada, na medida em que só se dará ao trabalho de se submeter à Oraçãoquando se sentir ameaçada, o que não gerará os resultados almejados, pois é preciso que isso se torne um hábito.
                            

Fonte: http://danieldeavila.com/horas.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.