Siga por e-mail

Seguidores

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Magia, paganismo, bruxaria, Wicca e feitiçaria


Magia

Por Alana Alencar

Costuma-se dizer que a magia foi a primeira religião, e que ao utilizarmos amorosamente as forças da natureza para causar mudanças benéficas, integramo-nos a ela.

A Magia existe e funciona, mas você de verdade só passa a dá credibilidade a isto quando ela acontece pela 1 vez na sua vida, e daí então somos guiados pela experiência,pela prática... pois só assim ela acontece em nossas vidas. Os bruxos não simplesmente acreditam, realizam. E quando ela acontece?

Quando fazemos mudanças em nossas vidas. Essas mudanças acontecem quando paramos com tudo e olhamos para nós mesmos, nus, despidos de qualquer preconceito, medos... Quando passamos a reconhecer e perceber nossos desejos, anseios...

É preciso está ciente dos sentimentos e dos conflitos internos para se haver uma mudança dentro de nós. Pois só assim haverá correções. Quando aceitamos que somos humanos, reconhecendo nossas falhas, nos perdoando e perdoando ao outro e assim pondo tudo para fora, obtemos a mudança... Toda Magia deve começar com a auto-estima e o amor próprio.

A Magia é a Arte de provocar mudanças de acordo com sua vontade. Você pode se curar e curar o próximo através dessa Arte. Mas antes mesmo de poder curar algo ou alguém, precisamos nos curar.

Isto é um trabalho diário, é preciso se policiar, é preciso ter vontade... para a magia se manifestar em nossa vida temos que colocar nossa mente, corpo e alma em ordem. E podemos fazer isso também através de meditações. Porque a grande Magia é a transformação interna, o resto é acessório.

Qualquer um é capaz de fazer um encanto ou feitiço, mas nem todos são capazes de experimentar um acontecimento que pode mudar suas vidas...

porque muitas pessoas querem estudar bruxaria, wicca,mas têm dificuldade de construir seu alicerce.

Essas pessoas querem ir direto para feitiços relacionados ao amor e ao dinheiro e acabam alcançando algum sucesso seguindo um encanto que aprenderam decorando os passos de um livro, esses feitiços uma vez acontecem e 100 vezes não, e elas não entendem o porque, simplesmente por que pularam toda a base da magia.

Estudando magia aprendemos que podemos criar nossa própria realidade, melhorando nossa vida dia após dia, mas para que isso aconteça é preciso começar a aceitar a responsabilidade por seus atos e sentimentos, porque ninguém mais o fará por você. Os poderes e a responsabilidade são o coração e a verdadeira lição da Magia.


Pagão: Originalmente significa “da terra” ou morador do interior referindo-se às pessoas rurais e suas crenças. Conforme o cristianismo crescia e assumia controle na Europa, o termo pagão passou a se identificar com quaisquer religião não-judaico-cristãs, e para alguns ele era igualado a Heresia, um inimigo da verdade da igreja. Oficiais da igreja substituíram as crenças e práticas pagãs pelas cristãs e os feriados pagãos foram adotados no calendário cristão para atrair convertidos.

Todo pagão honra a TERRA COMO UM SER VIVO, a TERRA é vista como a MÃE, ou até mesmo como Avó. A divindade, nossa fonte de vida, presente em todas as coisas, se expressa de várias formas diferentes na bruxaria. Na expressão do divino não somente por meio da TERRA, mas também pela Deusa, a grande mãe, e o Deus, o pai de todos, seu filho e seu consorte. Pelas ações desta polaridade, da Deusa e do Deus, a vida foi criada.

Todos os wiccans e bruxos são pagãos, mas nem todos os pagãos são bruxos.

Como nem todos bruxos são wiccans.

Paganismo: O paganismo, não pode ser considerado uma religião, mas o pilar que engloba o modo de vida de todas as expressões religiosas que são voltadas à natureza, se apóiam para o desenvolvimento de seus fundamentos.

O paganismo é classificado m 3 subdivisões:

Paleopaganismo: É o termo usado para fés tribais intactas voltada para a natureza, hoje inexistente na sociedade contemporânea, e somente encontrada longe do homem contemporâneo.

Mesopaganismo: Pode ser considerado um paganismo intermediário, foi criado para reviver aquilo que foi o Paleopaganismo, se manteve vivo até a idade média e influenciaram a maçonaria. Mas acabaram por ter muita influência de religiões monoteístas e acabaram que saindo da linha pagã.

Neopaganismo: Iniciado desde a década de 60, com raízes antigas ou não, aqui estão incluso todos que decidiram criar,recriar, reviver ou continuar as práticas do paganismo.

Neopaganismo significa: Novos... novos pagãos... Nós wiccamos somos neopaganistas.

Somos expressões do Divino, da Deusa, do Deus e do Grande Espírito, como as árvores,os oceanos e os animais.

Velha religião: O Caminho das Bruxas

O culto a Deusa mãe é muito antigo. Tempos em que homens viviam da caça e da pesca e mulheres eram as grandes sacerdotisas, xamãs e detentoras do poder religioso. O homem ainda não tinha associado o ato sexual à concepção e viam a gravidez e o nascimento como algo sagrado, recebido pelos Deuses. Eles acreditavam que as mulheres engravidavam se deitando sobre a luz do luar. Foi a partir desse conceito que o culto ao sagrado feminino se estabeleceu.

Bruxaria: A Bruxaria é uma Arte, espiritualidade e Ciência

A Arte: .A bruxaria é uma Arte. Embora duas bruxas possam dizer as mesmas palavras de um feitiço, cada uma delas realiza seu encanto de forma diferente. A poesia das magias pode causar lágrimas, canções, cânticos, tambores, instrumentos, poesia e drama são usados nos rituais. Seja qual for a expressão de criatividade, ninguém pode duvidar de que a bruxaria é uma forma de arte depois que vive esta experiência.

A Ciência: Uma das mais avançadas ideias científicas, a física quântica, fenômenos previamente inexplicados , a bruxaria certamente está relacionada com ela. Veremos isto mais adiante quando estudarmos níveis de consciência.

A Espiritualidade: A bruxaria é um caminho espiritual, você caminha por ele em busca de alimento para a alma, com o intuito de se comunicar com a força da vida e do universo e com isso se tornar capaz de conhecer melhor sua própria existência. A bruxaria é um compromisso diário de auto-renovação nos ciclos da Terra e entrar em sintonia com os poderes da vida.

As pessoas não percebem que a bruxaria é um compromisso diário.

Na Bruxaria você aprende que é responsável por sua própria felicidade. E que auto-cura é uma responsabilidade nossa.

Muitas pessoas afirmam que a Bruxaria desapareceu depois da caça a bruxas na idade média, mas as bruxas sobreviventes passaram seus conhecimentos oralmente durante séculos.

A Bruxaria é tanto uma religião, que reverencia ao senhor e a senhora ( e não uma crença em ambos, pois sua imanência torna a fé desnecessária).

Para os antigos, a fé não tinha lugar algum na vida deles. O que importava era a experiência pessoal através do rito.

Assim sendo a Wicca Hoje também não se trata de uma questão de fé,e sim uma prática iniciática, uma técnica meditativa, uma transformação da personalidade, uma Gnose! Ou seja é através da transformação de seus atos, palavras e pensamentos que nos tronamos um verdadeiro Mago ou Bruxa.

A bruxaria

1 grau – dedicante – conhecimentos adquiridos

2 grau – iniciático – Sacerdócio

3 grau – Alta – sacerdotisa e sacerdote – Alta Magia - Sabe trabalhar e criar energias, já tem um conhecimento amplo da teoria e práticas mágicas.

Coven - Grupo fechado de até 13 pessoas que seguem toda uma hierarquia.

Wicca: É uma religião neopagã, um nome alternativo dado a bruxaria moderna. É um nome sagrado cheio de espiritualidade. É o revivamento da antiga religião dos povos primitivos, baseada na natureza e em seus ciclos. É uma forma de resgate de uma religiosidade pagã, adaptada ao tempos atuais.

Gerald Gardner na década de 50, mas precisamente em 1951, modificou a bruxaria antiga para ser usada nos tempos atuais, isso foi preciso pois hoje poucos vivem em meio a natureza e muitos dos conhecimentos antigos foram perdidos no tempo. Na década de 70 o movimento feminista abraçou a Wicca como sua religião e encontrando na Deusa a figura forte capaz de provocar mudanças profundas de pensamentos de uma sociedade.

A origem da palavra Wicca, vem do inglês arcaico Wicce que significa Moldar, dar forma, encurvar ou mesmo Wicca = Sábio

Quais os princípios da Wicca?

Veneração à natureza

Auto-cura

Ajudar ao próximo

Só existem 2 dogmas na wicca:

Dogma da Arte também chamado de Rede Wiccaniana - “ Faça o que desejar, sem a ninguém prejudicar!

E da Lei Tripla ( ou Lei de Três ) – “Tudo que vc fizer de bom ou mal voltará para ti x3”... nessa encarnação. Nada de achar que está pagando algo de vidas passadas. Foi aqui e agora que vc errou ou acertou. É uma lei kármica de retribuição tripla que se aplica sempre que você faz alguma coisa , seja ela boa ou má. Não que você será ""castigado"" por um ato mau, porém, quando você envia uma energia, o curso natural dela é voltar à você. Assim, caso envie algo de negativo, essa força fará seu caminho, se fortificando, e retornará até você. Ou seja, se você plantar pimentas, não colherá morangos! Ela também poderá trabalhar a seu favor, dependendo de suas ações.

Isso também nos serve em rituais, pois só podemos fazer feitiços sem interferir no livre-arbítrio do outro.

Os seguidores da Religião Wicca são chamados de Wiccanianos, Wiccanos, Wiccans ou Bruxos.

Os bruxos não praticam qualquer forma de baixa magia, magia negra ou ""mal"". Não cultuam nenhum diabo, demônio ou qualquer entidade do mal, e não tentam converter membros de outras fé ao Paganismo. Respeitam todas as religiões e acham que a pessoa deve ouvir o ""chamado da Deusa"" e desejar verdadeiramente, dentro de seu coração, sem qualquer influência externa ou proselitismo, seguir o caminho wiccano."

A maioria dos seguidores são solitários e outros participam de covens que são formados com até 13 pessoas.

Ética Wicca

Assistimos escutamos e não julgamos

Não praticamos nenhum ritual que não conhecemos

Não ameaçamos ninguém

Acreditamos que toda ação há uma reação- acreditamos na lei tríplice

Usamos o círculo Mágico em todos os ritos de magia

Não compartilhamos os mistérios da Arte com pessoas que não tenham o comprometimento mágico.

Veneramos à Terra

A Wicca possui um calendário com 8 sabats (ciclos sazonais) e 13 Esbats (ciclos lunares)

Todos os rituais se iniciam com o lançamento do círculo Mágico, a invocação dos quatros quadrantes, dos Deuses e fechamento do círculo após o ritual. Todos os wiccanos iniciam seus rituais com o mesmo procedimento.

Wicca Eclética: Simboliza uma união de sabedorias. Usamos conhecimentos de todas as vertentes pagãs e mantemos a raiz da Wicca.

Para cada tradição wicca existe um panteão, menos para a solitária e eclética, pois trabalhamos com vários.

Tradição: É algo que se constitui através da repetição de determinados costumes. Por trás da tradição existe uma base, raiz que é a única coisa que realmente pode ser considerada como tradicional pois é invicta. Qual é a base da Wicca? A crença da Deusa e do Deus, seu consorte e filho, a veneração a natureza, essa é a tradição wiccaniana.

Tradição Eclética: Bruxos ecléticos são aqueles que não seguem nenhuma tradição específica, e sente-se livres para tomar emprestado aspectos de muitas tradições e culturas diferentes. Um bruxo eclético entende e segue as regras principais da magia, mas criam rituais que atendam a necessidade e gostos pessoais. Este praticante pode estar em um coven ou trabalhando de forma solitária.

Tradição Solitária: O bruxos solitários são aqueles que não participam de nenhum covem e aprendem tudo sozinhos na maioria das vezes, com livros, conversando com outras bruxas, e com a ajuda da natureza e dos Deuses.

Acreditamos que tudo está conectado como em uma grande teia, fazemos parte do Todo e ele de nós, somos sagrados assim como a Deusa e o Deus nos é... Somos todos irmãos.

A natureza é o coração e a alma da wicca. Todos Wiccanos acreditam que a Terra está doente e que o retorno da Deusa será capaz de curar a Mãe Terra.

Nossas tradições são de amor, cura e práticas espirituais.

Existem 3 nomes dados a vc na Wicca:

O nome da Arte: Que é aquele que vc escolhe para viver em uma comunidade ou grupo. Geralmente escolhido em sua dedicação.

O nome do Coven É aquele que você é reconhecido dentro do seu Coven

O Nome iniciático: É o elo entre vc e os Deuses. Pode ser dado por seu iniciador, ou no caso de auto iniciação, recebem dos Deuses, ou são escolhidos por vc. Este é mantido em segredo, conhecido também como Nome Mágico.

Existem também os nomes dos ritos de passagem, são adquiridos ao longo de uma vida, cada vez que vc passa por um ciclo.

A partir do momento que vc se dedica vc traça um compromisso com os Deuses de estudar e se dedicar a tradição.

Vc terá um ano e um dia de estudos? Por que um ano e um dia? Um ano de estudos e um dia para vc se decidir se quer se iniciar ou não. Uma vez iniciado, vc simplesmente não pode desistir e pode, sabendo que será uma ação que terá reação. Esta é uma decisão que deve ser pensada e não tomada levianamente.


O Mago e a Bruxa: Muitos magos também gostam de ser chamados de Bruxos.

Definição da palavra Bruxa(o): Nascido da larva da borboleta, aquela que tem opoder de se transformar de transmutar.

Nossa Missão como Magos e Bruxas é além do compromisso com o aprendizado é ajudar a todos aqueles que querem aprender a trabalhar com as energias do universo.

E é preciso der bem sucedido para que as pessoas ouçam você, é preciso tentar ser feliz e procurar ter uma vida em equilíbrio ou ninguém vai acreditar em você.

Antes de poder aconselhar os outros, é preciso que você esteja ciente de seus próprios problemas. Uma bruxa deve está voltada para seu mundo real e reorganizá-lo tanto exteriormente quanto interiormente. Nós mergulhamos no espiritual mas temos sempre que saber voltar para nossas necessidades e responsabilidades diárias. A magia não é uma fuga da realidade. Bruxos são pessoas são pessoas e tem as mesmas esperanças, sonhos e problemas que todo mundo, a diferença é que aprendemos a lidar da melhor forma com eles e transformá-los, moldá-los, tornando tudo que é ruim e bom para nós e a todos que estão em nossa volta.

Quando aprendemos que a Deusa está dentro de nós, passamos a entender que quando dizemos se a Deusa quiser, estamos na verdade dizendo: Se nó também quisermos.

Outra definição para Bruxa e Mago é Curandeiro. Ajudar os outros é uma parte muito importante da prática da Bruxaria.

Bruxo é aquele que caminha entre mundos onde conversam com as Deusas, os Deuses e os espíritos, os Bruxos acreditam em reinos não-físicos. Estudaremos mais sobre isto em outras aulas.

Ser um Mago, uma Bruxa é causar mudanças. Estejamos conscientes que uma mudança interior afetará o mundo exterior. Muitos te apontarão, te interrogarão, mas é uma mudança que vale muito a pena.


Feiticeiro: A diferença entre bruxo e feiticeiro:O feiticeiro trabalha em mudar o que está agora e no plano material e o bruxo no espiritual. Embora, lendo o Livro O Templo Interior e assistindo um documentário sobre bruxas da Chanel este que colocarei ai em baixo, Christhoper estudante da Laurie Cabot afirma o que ele afirma no livro, que muitos bruxos não gostam de ser chamados de feiticeiros, pois muitos vêem essa palavra com uma carga negativa. Feiticeiro para muitos bruxos significa traidor, enganador. É uma questão a ser estudada.

2 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.