Siga por e-mail

Seguidores

sábado, 17 de março de 2012

Desdobramento Astral

 
Através dos sonhos nosso Ser passa orientações a respeito de nossas condições internas e sobre o que temos que fazer de mais urgente e a linguagem usada é a dos símbolos e por isto é muito importante o desenvolvimento da intuição para saber interpretar corretamente.


O desdobramento astral ou viajem astral é a saída  fora do corpo, que ocorre todas as vezes que dormimos.
 O que saí do corpo?
A nossa parte psicológica, essência e o ego envolto num corpo conhecido como corpo astral solar para quem já trabalhou na alquimia e fabricou este corpo nesta ou em outra existência; ou corpo astral lunar para quem não trabalhou na alquimia e não fabricou este veículo.
 Aonde vamos?
Quinta dimensão da natureza conhecido como mundo astral ou mundo dos sonhos.
 Existem duas finalidades básicas do desdobramento:
Descanso do corpo físico.
Desenvolvimento espiritual ou psicológico do homem.
 Esta saída pode ocorrer de duas formas:
Inconsciente.
Consciente. 
saída inconsciente é a mais comum e ao acordar recordamos dos sonhos, que é um desdobramento inconsciente.
Estando inconsciente no mundo astral sonhamos e existem várias categorias de sonhos, desde sonhos ligada a nossa tarefa diária, sonhos com passado, futuro, premonitórios etc.
Através dos sonhos nosso Ser passa orientações a respeito de nossas condições internas e sobre o que temos que fazer de mais urgente e a linguagem usada é a dos símbolos e por isto é muito importante o desenvolvimento da intuição para saber interpretar corretamente. (veja o link como desenvolver a intuição).
 Normalmente nos sonhos vamos a diversos lugares e a lugares que nunca fomos e conversamos com pessoas que não conhecemos e também com pessoas que conhecemos, encontramos com amigos que faz muito tempo que não vemos, com pessoas que já morreram e voamos como pássaros e não damos conta que isto é um sonho, que o corpo ficou dormindo na cama e estamos numa outra realidade.
 Saindo inconsciente cumprimos mais com a primeira finalidade, que é o descanso do corpo físico. Enquanto dormimos, um segundo corpo chamado corpo vital, recupera as energias que perdemos durante o dia e é por este motivo que acordamos descansados.
 A saída consciente além de acontecer à revitalização ou descanso do corpo físico, de uma forma mais intensa poderá buscar ou continuar o trabalho íntimo de desenvolvimento interior.
Devemos lutar para conseguir o desdobramento astral consciente e para isto existem muitas técnicas e vamos a algumas delas:
Antes de relaxar o corpo físico é recomendado fazer a conjuração do belilin e o circulo mágico de proteção
1) Relaxamento
 Primeiro deitar numa posição que podemos dominar mais o sono e relaxar o corpo físico, procurando soltar bem os músculos. Uma maneira simples de relaxar é soltar bem o corpo como que ir dando uma espreguiçada, ou seja, esticar os músculos e em seguida soltar e com o corpo relaxado podemos usar qualquer mantram para o desdobramento.
2) Concentração nos mantrans
Para sair consciente necessitamos estar concentrados e para isto podemos utilizar os mantrans.
 Para trabalhar com os mantrans primeiro inala profundamente e ao exalar:
FFFFFFFFFFFFFFFFAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Depois inala novamente e ao exalar
RRRRRRRRRRRRRRRRRAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
E depois inala e ao exalar
OOOOOOOOOOOOOOOONNNNNNNNNNNNNNN

 Pode-se começar verbalmente mesmo que seja baixinho, para não incomodar outras pessoas que estejam no quarto ou que possa ouvir e em seguida seguir mentalmente até vir o sono.
Quando o sono chega e estamos concentrados no mantram vamos perceber alguns fenômenos próprios do desdobramento como:
Um formigamento; relaxamento tão profundo que não sentimos mais o corpo e temos a sensação que estamos começando flutuar; um ruído como de um motor na cabeça ou ouvir algum som ou ver algumas imagens etc., estes sintomas são diversos e muda de pessoa para pessoa ou até mesmo de desdobramento para desdobramento.
O que importa é que neste momento ao sentir-se qualquer sintoma ligado a este momento de transição, podemos levantar calmamente do leito e dar alguns passos e um saltinho com a intenção de flutuar, se flutuamos é porque estamos no mundo astral e se não flutuamos é porque não estamos e daí vamos voltar ao leito e começar de novo.
 O mundo astral esta regidos por outras leis e entre elas esta a lei da levitação ao invés da lei de gravidade e lá também o tempo desaparece e estamos regidos pela eternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.