Siga por e-mail

Seguidores

sexta-feira, 23 de março de 2012

O Circulo Mágico - por Claudiney Prieto


As práticas rituais Pagãs eram sempre realizadas junto à sagrada natureza,considerada morada dos Deuses e divina por si só. Quando a Bruxaria passou aser perseguida e os Bruxos tiveram que mover seus rituais das florestas ebosques para o interior de suas casas, os ritos passaram a ser realizados entãono interior de um Círculo Mágico. Os rituais passaram a ser realizados em locais que ficavam distantes dos lugaresde poder naturais, como os círculos de pedras ou bosques sagrados e o ato delançar de lançar o Círculo Mágico passou a estabelecer, assim, não só um espaçosagrado, tornando-o um vórtice de poder onde os Espíritos da natureza eramatraídos, mas também um portal de comunicação com o Sagrado.E desta forma fazemos até os dias atuais, traçando um Círculo ao nosso redor para invocar as energias que reverenciamos e que conosco trabalham em perfeitaharmonia.Traçar um Círculo Mágico precede qualquer ritual Wiccaniano. O Círculo auxilia aconter o poder e força mágica criada e elevada nos rituais. Ele também serve paramanter as energias indesejadas do lado de fora, bem como o que é desejadocontido em seu interior.O ato de lançar o Círculo Mágico nos coloca num estado receptivo de energia,alterando nossas consciências e estabelecendo uma ponte entre os mundos ondea verdadeira magia pode efetivamente trabalhar. Sendo assim, o local onderealizamos uma cerimônia torna-se multidimensional e nos posicionamos entre omundo dos Deuses e dos homens.O Círculo Mágico não precisa necessariamente ser delimitado no chão com giz,corda ou qualquer marcação física, apesar de muitos Bruxos utilizarem isso comoum lembrete visual. O importante é a criação energética do Círculo, visualizandomentalmente um círculo de luz ao seu redor que se transforma em uma esferaconforme o espaço sagrado é criado e lançado, enquanto se caminha ou secircula todo o lugar onde vamos realizar o ritual no sentido horário. Depois dissoos elementos são invocados enquanto nos voltamos aos quatro quadrantes e, emseguida, a Deusa e o Deus são convocados a presenciarem o ritual.Depois que o Círculo Mágico é lançado, todos os movimentos, enquantoestivermos dentro dele devem ser em sentido horário (movimento chamadoDeosil), exceto quando ele estiver sendo destraçado, onde Circulamos o espaçono sentido anti-horário (movimento chamado Widdenshins).
Muito tem se discutido nos meios Wiccanianos sobre a medida exata do CírculoMágico e, apesar de seu tamanho poder se adaptar as necessidades de cadapraticante, 9 pés é o diâmetro tradicional.O altar geralmente fica ao centro do Círculo, voltado para o norte, mas tambémpode ser posicionado próximo ao perímetro dele, no mesmo quadrante, se maisespaço for necessário para o ritual.Os motivos pelos quais o Círculo Mágico é traçado poderiam ser classificados em:1- Alterar nossa Consciência: o ato de lançar o Círculo antes de um ritual alteranossas consciências, facilitando os estados de transe necessários para qualquer trabalho mágico. Fazer algo que não realizamos comumente, antes de um ritocomeçar, chama a atenção de nosso eu interior fazendo com que a mente sedesligue do mundano e mergulhe no Divino.2- Estabelecer um Templo: o círculo é o verdadeiro templo do Bruxo. Nele invocamos nossos Deuses, nos conectamos com o Divino. O Círculo é tratadocomo um espaço sagrado, repleto de forças poderosas e divinas.3- Proteger: o Círculo cria um escudo de defesa contra as energias contrárias enão desejadas, internas e externas, que poderiam causar algum dano a nós ou ànossa cerimônia.4- Filtrar: o Círculo é um filtro das energias que nos cercam, fazendo com quesomente as forças desejadas e úteis unam-se à nós em um rito.5- Poder de Concentrar: o Círculo tem a virtude de conter e manter as energiascriadas e invocadas ao nosso redor em seu interior, até que seja o momento deliberá-las.6- Recortar um espaço entre os mundos: o círculo mágico é estabelecido com oathame exatamente para recortar um espaço neste mundo para ser lançado noOutromundo. O círculo não permanece nem no mundo dos homens nem no dosDeuses e torna-se intermediário entre os dois7- Criar um Ovo Akáshico: o Círculo também representa o Ovo Cósmico no ventreda Deusa. Ele carrega em si forças criadoras em potencial (nossos desejos) quegerminarão e nascerão do ventre da Grande Mãe.8- Interligar aura de seu criador com o Sagrado: ele também é uma extensão daaura de quem o cria, interligando-o com o Divino. Exatamente por este motivo,devemos estar centrados e equilibrados antes de lançá-lo. Quando ele é criado para um ritual coletivo, interliga a aura de seus vários participantes entre si e com os Deuses.9- Redefinir o Eu: através das meditações e rituais realizados em seu interior o Círculo nos impulsiona a reexaminar nossas vidas e a nós mesmos.Desta forma se você deseja realizar qualquer ritual demonstrado neste livro,precisará antes lançar um Círculo Mágico ao seu redor como será demonstrado à seguir. Veja abaixo um exemplo de como traçar um Círculo Mágico para realizar os seus rituais.



TRAÇANDO UM CÍRCULO MÁGICO)O(
 Antes de lançar um Círculo Mágico preste atenção ao seu redor e veja o quão grande seu círculo seria se você tivesse que delimitá-lo fisicamente. Se você já estabeleceu umadimensão real com giz, pedras, conchas, cordas ou outros artefatos será mais fácil. Senão, simplesmente estime suas proporções.Caso seu espaço seja significativamente pequeno para estabelecer um círculo dequalquer tamanho, não há problema. O que importa é seu significado simbólico nessacriação. Faça os mesmos gestos e movimentos sugeridos a seguir sem sair do lugar,apenas movendo-se ao redor de si mesmo e declarando mentalmente que estásacralizando o espaço no qual realizará seu ritual. Acenda o incenso e as velas que estão sobre o altar. Pegue o seu athame e dirija-se aoquadrante norte, se aproximando do perímetro do Círculo. Segure o athame em sua mãode poder (aquela com a qual você escreve), aponte para o perímetro do Círculo e comecea circular a área imaginada ou delimitada no sentido horário, indo de norte à leste, sul àoeste, visualizando um Círculo de luz sendo traçado ao seu redor, enquanto diz:
"Eu lanço este Círculo de poder para ser o meu escudo e minha ponte entre os mundosdos homens e Deuses. Eu o consagro e abençôo no nome da Deusa e do Deus" 
Caminhe ao redor do Círculo por mais duas vezes repetindo as mesmas palavras eprocedendo da mesma forma. Quando tiver circulado pela terceira vez, diga:
"O Círculo está traçado. Que assim seja!" 
 Agora é hora de invocar a ajuda dos 4 elementos que residem nos pontos cardeais.Enquanto invoca cada elemento, volte seu pensamento as forças da natureza. Ao invocar a Terra pense neste elemento visualizando árvores, rochas e montanhas; na hora de
 invocar o ar veja a ventania, as folhas viajando através dos ventos e assim por diante. Istodirecionará sua mente para aquilo que é mais sagrado a nós Wiccanianos: a natureza. Ainda no norte, eleve o seu athame e invoque os poderes da Terra e diga:
"Terra, que frutifica e geraEu invoco sua força neste ritual.Poderes da TerraSejam bem vindos!" 
Dirija-se agora para o leste e elevando seu athame novamente invoque os poderes do ar dizendo:
"Ar que sopra a inspiraçãoEu invoco sua força neste ritual Poderes do Ar Sejam bem vindos!" 
 Agora vá até o sul e procedendo como das outras vezes invoque o elemento fogo:
"Fogo que traz calor e luz à TerraEu invoco sua força neste ritual Poderes do fogoSejam bem vindos!" 
Por último siga em direção ao Oeste, eleve o seu athame e diga:
"Água que lava e purificaEu invoco sua força neste ritual Poderes da águaSejam bem vindos" 
Vá para os eu altar, coloque o seu athame sobre ele e eleve seus braços aos seusinvocando a presença dos Deuses e dizendo:
"Deusa e Deus.Invoco sua presença neste ritual.Estejam aqui e unam-se à mim através de meus atos e pensamentos.Derramem suas bênçãos sobre este Círculo Sagrado.Senhora e Senhor,Sejam bem vindos!" 
Procedendo desta maneira seu Círculo estará traçado e abençoado. Agora você poderealizar o ritual que quiser ou usar este espaço sagrado para conversar com os Deuses,oferecer uma poesia, cantar, dançar ou meditar
 Quando tiver encerrado seu trabalho mágico, consagre os alimentos e bebidas, se fizerem parte do seu ritual. Faça uma libação

aos Deuses e deposite um pouco do alimento sobreo altar em um prato especialmente preparado para esta finalidade e em seguida destraceo Círculo Mágico.
DESTRAÇANDO O CÍRCULO
Toda vez que um Círculo Mágico é traçado no início de um ritual, ele deve ser destraçadoao final. Isso não só é uma forma de dispensar as energias que foram invocadas para seuritual, mas também uma maneira simbólica de voltar à sua consciência habitual emundana.Para isso você deve agradecer a presença dos elementos, da Deusa e do Deus compalavras espontâneas ou semelhantes às que seguem:
"Deusa e Deus Agradeço sua presença e ajuda neste ritual. Abençoados sejam e sigam em paz! 
Em seguida vá até o norte com o athame e circule por 3 vezes o espaço no sentido anti-horário indo de norte a oeste, sul, leste e norte novamente dizendo:
"Pelo Ar que é o Sopro da DeusaPelo Fogo que é o Espírito DelaPelo Água que é o Seu úteroE pela Terra que é Seu corpoO Círculo está aberto, mas não rompido.Que assim seja e que assim se faça.Blessed Be! 

Libação é o ato de verter um pouco de água ou vinho no chão como oferenda em honra aosDeuses.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.