Siga por e-mail

Seguidores

sexta-feira, 23 de março de 2012

Treinamento Mágico

Por Claudiney Prieto:


Poucas são as pessoas que possuem sorte de encontrar um Bruxo experiente e honesto para treiná-la e ensinar aquilo que sabe sobre a Wicca. 
Com a superexposição da Arte nos últimos tempos, muitos são os cursos, professores e iniciadores que apareceram e que na maioria das vezes desejam mais lucrar com o seu dinheiro do que transmitir informações confiáveis e de qualidade. Instrutores e fontes de informações sérias são raras.
Por este motivo, a maioria dos Wiccanianos atuais dirigem seu próprio aprendizado e não há motivo para que você não faça isso também. Caso opte em ser um Bruxo solitário, ou jamais encontre um instrutor confiável, você poderá receber ensinamentos valiosos de muitas fontes.
Hoje livros sobre o tema abundam no mercado, bem como sites e listas de discussão na Internet. A natureza também é uma valiosa fonte de recursos e você poderá aprender com ela sem precisar gastar um centavo se quer. A Deusa e o Deus também colocam a nossa disposição seus ensinamentos através de insights, sonhos, reflexões e mensagens transmitidas em meditações diárias.
Leia o quanto você puder. Mesmo que cada autor tenha opiniões divergentes, às vezes completamente opostas, algo de valor será retirado de um livro na maioria das vezes. Muitos autores apresentam suas teorias e pensamentos como verdades inequívocas como se elas fossem verdadeiras para todas os Bruxos e Tradições . Por isso, adapte os ensinamentos dos livros à sua forma de viver, de acordo com o seu discernimento.
Esteja aberto para aprender com qualquer um e com tudo. A natureza ao seu redor está cheia de ensinamento para lhe transmitir, a Deusa se reflete em cada coisa viva. Abra os seus sentidos quando estiver na natureza, caminhe com freqüência em um parque, praia ou trilha. Isto o levará a perceber quantas coisas diferentes é capaz de sentir, ver, cheirar, provar. Isto nos mostra a diversidade do mundo da Deusa e tal experiência o afetará de forma substancial em diferentes níveis da vida. 
Enquanto caminha na natureza recolha objetos e utensílios para fazer um altar. Uma pedra para a terra, uma pena para o ar, um bastão para o fogo, uma concha para a água são apenas algumas sugestões do que você poderá encontrar em suas caminhadas e que poderão ser utilizadas na criação de um altar. Arrume tudo isso de uma forma agradável sobre alguma superfície, acenda incensos e velas com freqüência neste local enquanto reflete pedindo paz, harmonia e centramento. O altar é o local onde podemos contatar o divino . 
Viva o que você acredita! 
A Wicca celebra a vida e ensina que tudo o que existe é sagrado. Como você traduziria isto na sua forma de viver? Por onde começaria?
Se deseja praticar a Wicca, abra-se para o Sagrado e deixe ele se comunicar com você. Você poderia seguir as seguintes sugestões para iniciar sua caminhada na Arte:

- Nós somos co-criadores da realidade juntamente com os Deuses. Abra-se para o Sagrado e deixe que ele atuar através de você.
- O Sagrado está dentro e fora de nós. Identifique a interconexão das energias, percebendo que todos estamos ligados uns aos outros.
- A Wicca é uma religião de transformação alcançada através da prática e não da teoria. Ler é bom, mas muitas vezes você deve deixar os livros de lado e praticar aquilo que conhece na teoria. Só isso pode abrir o caminho para que os Deuses se comuniquem com você.
- Wiccanianos vivem de maneira Sagrada, porque a vida é mágica. Respeite tudo o que existe e você também será respeitado.
- A Magia surge de nossa relação com a natureza e pela harmonia e equilíbrio de nosso ser. Busque sempre ser centrado, sensato, honesto e verdadeiro. Onde há verdade há força.
- A Magia é imprevisível e segue o nosso fluxo interior. Se você estiver em equilíbrio sua magia será equilibrada.
- Bruxos não realizam Magia manipulativa. Respeite o livre arbítrio dos outros começando pelo seu próprio.
- A natureza é nossa ponte de comunicação com os Deuses. Se você estiver em harmonia com a natureza estará em harmonia com o Sagrado.
- Tenha a Deusa como sua principal fonte de inspiração e informação. Ela reside em seu interior e está pronta para despertar e fazer sua luz brilhar fundo em você, iluminando a sua vida e tudo o que estiver ao seu redor.

A Wicca possui muitos caminhos. Eles são variados e diferentes um do outro exceto por estarem ligados pela mesma energia: o amor, a amizade e a celebração à natureza.


Depois de todas estas informações você deve estar se perguntando: Como eu me torno um Bruxo?
Para se tornar um praticante da Religião Wicca não basta levantar num belo dia e dizer: A partir de hoje eu sou um Wiccaniano!
Tornar-se Wiccaniano demanda estudo, prática, devoção. Um Wiccaniano é alguém que pratica, celebra, honra e se inicia ou auto-inicia na Arte dos Antigos.
O caminho da maioria dos Wiccanianos brasileiros inicia-se quase sempre com a leitura de algum livro. Depois de lerem obras que levam à outras obras, começa então um longo processo de identificação com a religião, estudo das crenças e filosofia e logo em seguida inicia-se a prática.
Ainda não contamos com um grande número de Covens e Tradições em nosso país, por isso a busca por um Coven sério e uma linhagem mágica pode se tornar uma verdadeira e nem sempre frutífera peregrinação .
O caminho mais fácil às vezes é ler, pesquisar e praticar muito até que encontremos um ou mais Bruxos e então organizar um grupo de estudos e um pequeno Círculo para a prática da Arte.
A Deusa possui diferentes caminhos para diferentes pessoas. Se tornar Wiccaniano ocorre para cada pessoa de uma diferente maneira e nenhuma forma é menos ou mais válida que outra.
Existem inúmeros caminhos, Tradições e maneiras de celebrar os Antigos Deuses. Diferentes caminhos levam a diferentes formas de aprendizado, diferentes princípios e diretrizes.
Ler tudo o que puder e tudo o que possa lhe transmitir algum conhecimento adicional sobre a Arte e suas crenças é muito importante para o processo de aprendizado e crescimento. Só assim, através do conhecimento das bases da religião, é que você poderá determinar se a Wicca responde ou não aos seus anseios espirituais.
Determinando que este é o caminho que você deseja seguir, é importante fazer uma verdadeira análise de seu comportamento, sentimentos e pensamentos sobre o Divino, sobre o Sagrado Feminino e sobre você mesmo e sua decisão de tornar-se um Pagão.
Uma boa forma é fazer uma lista, catalogando todas as suas razões para tornar-se Bruxo, bem como os prós e contras desta decisão. Você pode fazer esta lista num caderno que poderá se tornar o seu futuro Livro das Sombras.
Feito isto estabeleça seu calendário litúrgico com datas para Esbats, Sabbats e Ritos em homenagem ao nascimento do Sol. Meditar sobre o verdadeiro significado dos Sabbats e determinar se você celebrará a Roda do Ano pelo Hemisfério Sul ou pelo Hemisfério Norte também é importante. Sinta o fluxo da natureza, estude sobre a importância da egrégora dos Sabbat para assim fazer uma escolha consciente e não motivado por influências ou convicções de terceiros. Decida os tópicos importantes de sua prática mágica.
Sinta os fluxos da Lua enquanto realiza seus rituais em homenagem à Deusa. Como a Lua interfere em sua personalidade? Você se sente mais forte, mais poderoso, mais psíquico durante o plenilúnio?
Ou você se sente esgotado, cansado e fraco durante este período?
O que isso quer dizer para você?
Sinta o poder e força dos raios solares. Perceba como as energia da Lua (a Deusa) e Sol (o Deus) são diferentes, mas ao mesmo tempo parecidas e complementares.
Integre-se a natureza. Sente-se em um jardim ou praça e sinta a Mãe Terra, os ventos, os sons da natureza ao seu redor. Não esqueça de escrever suas sensações em seu Livro das Sombras, assim você poderá acompanhar seus avanços.
Depois de se integrar à natureza perceberá que tudo é Magia, por isso praticá-la vai se tornar tão natural quanto respirar.
Para nós a prática da Magia não tem nada de sobrenatural. Quando fazemos Magia apenas despertamos e canalizamos a energia que encontra-se dentro de cada um de nós, na natureza e no mundo Divino. Porém, é necessário compreender que trabalhar com Magia pode gerar graves conseqüências. Bruxos são pessoas que se submetem de livre e espontânea vontade à um código de ética conhecido como Dogma da Arte: "Faça o que quiser, desde que não faça mal a nada nem a ninguém!". Você sempre deve lembrar desta diretriz e seguí-la em todos os momentos de sua vida. "Não fazer mal a nada nem ninguém" não se restringe só a natureza e nossos semelhantes, mas a nós mesmos. Por isso maus hábitos, vícios e qualquer coisa que nos prejudique em alguma escala devem ser evitados.
Você também vai precisar entender a estrutura básica dos rituais. Como criar um espaço sagrado, invocar os quadrantes, a Deusa e o Deus, elevar o cone de poder, direcionar energia e encerrar um rito. Por isso leia a máximo de livros que puder. Tire suas próprias conclusões e baseado no que os autores falam, crie sua própria forma de realizar tais procedimentos.
Quando aprender os conceitos ritualísticos básicos, você poderá começar a criar seus próprios sortilégios e rituais.
Não esqueça de realizar exercícios de meditação, visualização, contemplação, etc. Isso ajudará, e muito, a melhorar sua concentração para a prática mágica.
Depois de estudar e principalmente nutrir uma prática devocional freqüente, se você ainda sente que a Wiccaé o seu caminho, é hora de tomar um passo decisivo. Agora é hora de realizar um ritual de Auto-Dedicação ou então encontrar um Bruxo Iniciado (que tenha sido iniciado por alguém e com linhagem comprovada) ou um Coven para que você seja Dedicado.
A Dedicação é exatamente o que o nome diz. A partir deste momento você vai dedicar sua vida à Wicca, aos Antigos Deuses e a aprender a Arte. A partir de agora é hora de cumprir uma Roda do Ano (um ano e um dia) ininterrupta de Sabbats, Esbats, rituais e exercícios de aprimoramento dos seus dons psíquicos.
Este tempo vai auxiliá-lo a se alinhar aos ciclos sazonais e a compreender melhor a filosofia Wiccaniana e definitivamente decidir se esta é ou não a religião adequada a sua forma de ver o mundo e viver nele.
Passado este período é hora de receber sua Iniciação.
Se não encontrar um grupo e tiver que optar em praticar a Arte sozinho, jamais se sinta diminuído. Um Bruxo Solitário não é nada mais nada menos que um Bruxo, da mesma forma que aquele que pratica em Coven. Graus, Iniciações, Tradições não fazem um verdadeiro Bruxo. Somente a Deusa, a prática e dedicação à Arte serão capazes de criar o clima propiciatório para que a conexão com a Sagrado seja estabelecida e que você seja verdadeiramente iniciado pelos Deuses.
Abra seu coração, seus ouvidos e sua mente para a Deusa e ouça a sua voz interior. Ela o guiará pelos caminhos certos e verdadeiros!
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.