Siga por e-mail

Seguidores

quarta-feira, 28 de março de 2012

A fada que me acompanha....Nicnevin ou Nicnevan , é uma Rainha das Fadas no folclore escocês.


A vi uma vez, ela voava pela escada da minha casa... ela me viu e sabe que eu a vi....
Só hoje descobri quem é ela:


Nicnevin ou Nicnevan , é uma Rainha das Fadas no folclore escocês.

 Em 1585 esse nome foi aparentemente utilizado por uma mulher condenada à morte por bruxaria.
É uma palavra escocesa do norte inglês que significa "antigo "que é, ou conectado , a palavra Old Norse Kerling (mesmo significado) . 
 Sendo então uma fada muito antiga, que pode ter sido cultuada sob outras formas. 
 Ela é bela porém, seu aspecto lembra muito "Morrigan" em forma mais selvagem. 
 Seu cajado possue, penduricalhos como crânios de passáros, várias nozês, sementes coloridas e bolotas de carvalho. Sua roupa é em tons de verde escuro e marrom, com  um manto e com penas de corvos. Seus cabelos sempre estão em movimento, como se tivessem vida própria e sua pele tem um leve tom de azul escuro.
 Ela foi  por muitas vezes, considerada como uma feiticeira da floresta, ou uma figura menos conhecida da mitologia de fadas.




 Na tradição de fadas "Habundia" da Escócia é mais conhecida, e seu perfil tem uma visão obscura. Alguns relatos chegam a liga-la mais ao domínio dos ogros, trolls e duendes ou "Rainha dos Goblins".
Sir Walter Scott (historiador) a relatava ... como uma fada que muitas vezês podería aparecer na forma de gigante, e provocava terríveis tempestades.  
 Esta Rainha de Fadas em todos os aspectos é o reverso da Mab ou Titânia , foi chamada"Nicneven" e então misturada ao sistema de fé dos celtas e godos.
 Sería mais uma "Rainhas das Fadas" nas energias em formas de "Dark Faeries" ( fadas da escuridão).
O grande poeta escocês "Dunbar" fez uma vívida descrição desta Fada, senhora ligada as (fadas, nomeadamente), bruxas, ogros e duendes, também, regente na véspera do Sanhaim.  
 Ou seja uma fada ligada a energia dos mortos e dos ancestrais.


 Na Itália há relatos de bruxas em rituais, onde sob as ordens de Diana ou Herodias,  cultuavam a energia dessa criatura mágica, porém a streghoneria era mais voltada a crença de fadas mais simples, como espiritos dos mortos, principalmente de crianças, que acreditavam poderem retornar em formas de fadas (fantasmas).

2 comentários:

  1. Que interessante! Dá um medo né? Imagino como vc se sentiu ao achar a foto depois de tanto tempo!

    ResponderExcluir
  2. Dá sim Allan. Eu fiquei horrivelmente mal por uma semana,afinal de contas eu tinha apenas 6 anos. Ela me apareceu uma outra vez, mas vi apenas com os olhos da mente, foi ai então que descobri que crianças realmente tem essa sensibilidade e clarividência aguçada,coisa que um adulto despreparado não tem, que era o meu caso. Me assustei novamente,pois de pequena ela se tornou imensa e me disse: "Te encontrei!"
    Nãos ei o que ela quer, não sei porque tive essa visão privilégiada...Mas todos da minha família conhecem ela, por relatos meus, todos meus amigos... e todos sabem o quanto isso mexeu comigo por tanto tempo.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.