Siga por e-mail

Seguidores

terça-feira, 3 de abril de 2012

A Impaciência na Magia


Por: Alana Alencar


Um certo dia você acorda e decidi: Quero ser bruxa,mago...Quero fazer parte desse universo mágico. Fala isso enquanto escova os dentes ao se olhar no espelho... Você está disposto, vasculha blogs e grupos de estudos espalhados pela net... Dias,meses a fio... Junta toda grana possível e compra dezenas de livros sobre o assunto e através deles descobre que precisa ter um altar, vários instrumentos mágicos e uma série de utensilidades. Velas,incensos, ervas....
Você ler e compreende a risca tudo que tem que ser feito. As comemorações das luas cheias e ciclos sazonais, conhecer panteões e qual se trabalhar, nome e dons mágicos,dedicação,iniciação... enfim...
Então com o passar do tempo você mesmo fazendo tudinho o que está escrito nos livros, para e se auto-analisa: "Sim, e ai?" "Onde isso tudo vai dar?" Porque ao traçar um círculo mágico,não sinto nada?" "Que vozes são essas que os bruxos escutam e eu não?" "Por que dificilmente um feitiço meu tem resultado?" "Porque não consigo encontrar meu patrono, meu animal de poder, meu guia espiritual?"
Você no fundo está mais perdido do que quando começou...
E aos poucos as dificuldades da vida vão te deixando desanimado,vc não se ver com a mesma força do início,toda aquela vontade,garra... 
E vai se deixando levar pelo pensamento de "pular fora."
O que acontece com muitos neófitos, é a impaciência,é querer tudo rápido, é achar que seguindo as receitas básicas de um livro, já é capaz de transformar pedra em ouro.
Então por onde começar?
Você até que fez um bom começo,mas pulou uma etapa importantíssima: VOCÊ! Você é o primeiro instrumento necessário na bruxaria. O auto-conhecimento é uma das chaves principais dos portais para o mundo mágico. O caminho da magia deve-se começar com a introspecção. É através da meditação e do desenvolvimento psíquico que adquirimos a verdadeira chave e por fim chegamos naquele universo que citamos acima que um dia desejamos tanto chegar e enfim fazer realmente parte dele.
É quando finalmente o esperado e o inesperado acontece em nossas vidas.

No mundo mágico da Bruxaria, VOCÊ é a maior ferramenta mágica entre todas.
São suas intenções e energias que determinam os resultados de qualquer trabalho mágico.
Muitas Bruxas nunca usam qualquer tipo de instrumentos mágicos, mas sim apenas sua energia pessoal.
E alguns rituais mais poderosos podem ser feitos sem que você faça nenhum movimento físico.

Na verdade, há Bruxas e Magos que possuem um enfoque, uma concentração, intenções e desejos tão fortes, e que residem em seu interior.
São, na verdade, essas as ferramentas mais poderosas de uma Bruxa.

A concentração, as intenções, os verdadeiros desejos, e o foco da magia - São as ferramentas mais poderosas de uma Bruxa!
Paciência e Tenacidade

O estudante na Arte deve ser infinitamente paciente e tenaz, porque os poderes custam muito. Nada nos é dado de graça, pois tudo custa. 
Esses estudos não são para os inconstantes, nem para as pessoas de pouca vontade. Estes estudos exigem fé infinita. Pessoas céticas não devem procurar nossos estudos, porque a ciência oculta é muito 
exigente. 

Normalmente, os que estão no porcesso de despertar estão cheios de impaciência: querem manifestações fenomênicas imediatas, desdobramentos instantâneos, iluminações, sapiência, etc.

A realidade é bem outra, pois nada nos é dado de presente e tudo custa adquirir. Nada se consegue com curiosidade, instantaneamente ou rapidamente. Tudo tem seu processo e seu desenvolvimento. 



Muito importante: todo treinamento é feito sempre a nível exterior e interior. Isto quer dizer que as lições e avaliações do mago são só um lado de uma moeda de duas faces. A outra face é a qualidade da jornada, o que você aprende guiado pelos contatos interiores que você irá fazer ao longo do treinamento. Estou me referindo a contatos espirituais. Você irá saber quando eles acontecerem, e eles sempre acontecem. E se eles não acontecerem, é por que você não estará fazendo direito seu treinamento.

Finalmente, todo programa formal de treinamento em magia tem uma alta taxa de pessoas que desistem na metade. Uma coisa é gostar de ler e ver filmes de magia, outra coisa é viver conscientemente o "conhece-te a ti mesmo" e viver de acordo com a sua verdade. Costumo dizer que treinamento nos mistérios é análise sem psiquiatra, sem transferência, e isto não é nada fácil.

Os motivos pelos quais as pessoas desistem são muitos. Auto-conhecimento é algo que também costumo definir como o sorriso além das lágrimas. Muitas vezes, dez minutos de meditação diários levam a uma semana de lágrimas. Mas ainda assim, eu prefiro as lágrimas a não saber das verdades que preciso conhecer.

Outro motivo é que auto-conhecimento é algo que jamais termina, onde o processo é, em si, a meta. Portanto, também é um aprendizado em humildade e abertura para tudo e todos, mas algo consciente e que sabe escolher e que não perde tempo, sem desprezar a outra.
Que você  ache dentro de você a Chave da Porta que não tem fechadura, mas através da Qual se cruza o limiar para os Mistérios, independente de sua escolha espiritual!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.