Siga por e-mail

Seguidores

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Puxão de orelha para alguns...



Sinceramente não entendo por que alguns bruxos não explicam direito as coisas para quem está começando, se não gosta de ajudar, explicar, então é melhor nem começar... Criam páginas, grupos de estudos e não tem paciência de responder as dúvidas repetidas dos neófitos. (Gente, é assim mesmo! eles se sentem inseguros)... Outros agem como se todo mundo já soubesse de tudo e resumem tudo como se estivessem explicando para alguém que já está nesse caminho há temposss, quando a pessoa na verdade está totalmente perdida.

Já outros bruxos eu até compreendo, por ter anos de práticas, observam que muitos que vão chegando já querem tudo apostilado, detalhado e não querem se dá o trabalho de pesquisar. Tenha a certeza que se você for tentar tirar suas dúvidas com estes a primeira e na verdade ÚNICA coisa que você vai ouvir é: "TEM EM LIVRO TAL" (ponto final), e te indica o livro pra você ler e se virar. Falo com conhecimento de causa.rs

Bem, me propus a criar esse blog, por que vejo o quanto é difícil começar, e o quanto existem informações contraditórias, já passei por isso e o medo de errar era terrível.
Mais lá na frente vou explicar pra vocês que esse medo na verdade, apesar de fazer parte, não interfere em nada...

Bem,

 Para quem me mandou a dúvida sobre purificação e consagração de objetos ai vai mais uma vez:.

Tudooo está na intenção. Quer purificar algo? Use apenas  VOCÊ, e os 4 elementos... SÓ!
Ou seja, Incenso (AR), Chamas de velas (FOGO), Sal grosso ou 1 cristal (TERRA) e Água (elemento ÁGUA).

Passe o objeto pelos 4 elementos e diga:

"Eu (diga seu nome da Arte ou Mágico) purifico (diga o nome do objeto) em nome da Deusa e do Deus, que assim seja e assim se faça!"

Mantenha a intenção que o objeto está purificado e estará! Por que está. Simples assim.

Para consagrar, Faça com as mãos o cone de poder

Assim: (Acho que já mostrei essa gravura aqui nas postagens)


E Fale o mesmo: "Eu (seu nome) Consagro (o nome do objeto) em nome da Deusa e do Deus, que assim seja e assim se faça!

Ah Alana, mas eu não tenho um nome da Arte e nem um nome Mágico? Como recebo estes nomes?



O nome da Arte recebemos na dedicação pela nossa madrinha, ou seja, a Deusa que nos escolhe para ser afilhado.
E como isso acontece? Em um momento da dedicação, (Isso na Wicca, ok?) Colocamos de 6 a 10 nomes de Deusas ou  Deuses, dentro do caldeirão com algumas ervas, e o primeiro que se abre, é o escolhido OU o que nos escolheu, passamos a usar aquele nome daí para frente. Este nome você se apresentará aos Deuses, aos demais bruxos, em redes sociais, na vida diária, aonde você queira.



Já o nome Mágico, esse ai é mais 500...rs O primeiro nome mágico recebemos na iniciação de 1 grau
Este nome recebemos da mesma forma do 1, MAS DETALHE, isso tudo se a iniciação assim como a dedicação for feita por você, ou seja uma Autoiniciação. Sendo presencial é diferente!



Esse nome MÁGICO não falamos para Sr. ninguém, nem ao menos escrevemos ele em nosso grimório. É um nome sagrado, que só quem tem o conhecimento dele é você e os Deuses.

É através deste nome que os Deuses passarão a te conhecer no mundo mágico daí por diante.

A Deusa Madrinha escolhida na dedicação, ou seja a Deusa da Arte, continuará sendo sua madrinha para o resto do seu caminho, por isso é bom sempre manter um altar separado para ela, independente do panteão (grupo de Deuses) que escolher seguir. Ou se você escolher o mesmo panteão dela (como foi meu caso que tirei a Deusa Lakshmi como madrinha e sigo até hoje o Panteão Hindu, ela faz parte do mesmo altar.) então pode colocá-la  no seu altar fixo.

Após escolher o panteão que quer seguir, cultuar... Estude-o. Leia o máximo possível sobre este. História dos Deuses, seus atributos, correspondências... Por que? Porque como você irá trabalhar com estes Deuses se não conhecer nada a seu respeito?

A magia não é uma regra. O que funciona pra ti, talvez não funcione para o outro... Deixe acontecer, faça, sinta e aguarde os resultados. Ver que não precisa desse medo todo!;)
Você não precisa fazer igual o que todos fazem, com o tempo você verá que aqueles feitiços escritos nos livros TALVEZ só darão resultados pra você se você colocar algo diferente neles, por que você simplesmente sentiu que deveria colocar.;)
Ouça sua intuição. Essa é uma das lições mais importantes  que já aprendi. Intuição, sua voz interior é a chave.



A parti de agora, em vez de  se bloquear e não fazer as coisas por medo de errar, tente! Tenha confiança em si mesmo. E na dúvida busque aqueles que estão disposto a orientar. Mas por favor, por favor, não seja acomodado... Pesquise, busque, leia...PRATIQUE!

Vejo também que muitos só querem um feitiço, um encanto para uma necessidade, mas não querem ter trabalho, ai o que acontece? O feitiço que vc faz hj, por ensss motivos acontece, tem resultado, mas amanhã outro já não tem, vc não tem uma comunicação com os Deuses, por que você não quer se dá o trabalho de praticar diariamente, de se desenvolver... Ai fica difícil!

A MAGIA NÃO SE RESUME EM UM FEITIÇO QUE VOCÊ ACORDA HOJE FAZ E TEM RESULTADO...  A magia é a arte de realizar mudanças diariamente em sua vida  e principalmente em si mesmo, banir coisas que te deixam preso... Os efeitos são intrigantes e poderosos... e com a prática você terá sucesso repetidos... Não é uma mera tentativa de acerto, a sua vida cotidiana e a sua vida mágica se misturam.

Como diz meu guru Christopher P. : " Qualquer um é capaz de fazer um encanto, mas nem todos são capazes de experimentar um acontecimento que pode mudar suas vidas."

Ah, e falando em feitiços, só esclarecendo, nós não fazemos feitiços de amarração, gente por favor! Não me peçam isso!
Não forçamos as pessoas estarem ao nosso lado contra a vontade delas. Nem feitiços de amarração para o amor... Nem feitiços de amarração para qualquer outra finalidade que seja.

(pausa pra respirar...rsrsrsr)

E a bruxaria é isso! É uma mudança de vida. Literalmente você verá as coisas acontecerem e se transformarem dia após dia, inclusive VOCÊ passará a ser uma outra pessoa.
Basta você parar de se sabotar, de ter preguiça  e fazer que as coisas aconteçam.

Mas como Alana, eu já tentei mas não senti nada?  Veja com anda suas práticas, a frequência...
Pratique todosssssssss os dias, nem que seja 1 h por dia. Vc trabalha o dia todo? Faça isso a noite, quando chegar em casa, tomar seu banho e jantar. NÃO há desculpas para quem quer.

E NINGUÉM nenhum mestre, nem um outro bruxo irão fazer as coisas acontecerem em sua vida mágica, isso não funciona! Quem faz é você através do seu querer, sua vontade e suas vivências.

O aluno precisa ser dedicado, mas também deve ter paixão pela ARTE e a chama necessária para viver como verdadeiros bruxos, uma pessoa preguiçosa,ou uma pessoa que acha mais interessante e passa mais tempo do seu dia na internet, por que prefere tá de bate papo com os amigos, do que praticar ou até mesmo ler um livrinho de 30 páginas, está no caminho errado. (E não me refiro a quem precisa da internet para trabalhar, hã!) Presta atenção.

Mas felizmente este caminho é para quem tem sede de conhecimento, é curioso e  corajoso. Por que não é um caminho fácil. A bruxaria está constantemente se adaptando e evoluindo, chamando para se juntar a ela pessoas criativas e desafiadoras.

E Mais importante do que tudo, uma futura bruxa e um futuro mago deve está totalmente fundamentado no mundo REAL. (Hã, como assim Alana???)

É isso mesmo!!! A MAGIA NÃO É UMA FUGA DA REALIDADE!
Nós mergulhamos no mundo espiritual. em busca de conhecimento e alimento para a alma, mas não em detrimento de nossas vidas e responsabilidades diárias. O mundo físico é também um mundo divino para nós.

Se você quer estudar bruxaria e quer se tornar um bruxo(a), veja as qualidades que bruxos sérios e experientes tem: autoconsciência, respeito pelo próximo, responsabilidade e amor a vida. (Sim, você nesse caminho irá se depará com muitas pessoas que se dizem bruxos mais não agem como tais. Fuja deles...rs) Sabemos que possuir esses atributos citados , não fazem de você  automaticamente um bruxo. Essas são ótimas qualidades para qualquer pessoa, mas têm uma importância especial no coração de um bruxo.

Desejo de todo o meu coração que você que me ler nesse momento e deseja profundamente seguir esse caminho, ou já segue, procure fazer a diferença. Não seja mais um no meio da multidão.
Feche os olhos e se pergunte: "É isso que eu quero? É isso que me falta? É isso que faz meu coração bater?"

Se a resposta for positiva: Seja bem-vindo(a)!





quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Ervas planetárias



As flores do relógio floral não correspondem ao horário terrestre já que este depende não só do ciclo de 24 horas, mas também do ciclo semanal. Como cada dia da semana corresponde a um planeta, supomos que exista um ciclo de sete dias. Sugerimos como resposta a isto o ciclo lunar de 28 dias, divididos pelos quatro elementos: fogo, terra, ar e água, que desempenham funções importantes na Astrologia. Para considerarmos agora as regras tradicionais relativas às ervas, de acordo com os sete planetas, devemos lembrar aos leitores que se acham familiarizados com Astrologia, que o Sol e a Lua, denominados "astros", também estão incluídos entre os sete planetas.



CLASSIFICAÇÃO PLANETÁRIA — Vejamos abaixo, resumidas em poucas palavras, as bases de classificação:

Saturno : Adstringente, concentrador.
Júpiter : Resplandecente, majestoso.
Marte : Colérica, espinhosa.
Sol : Nobre e harmonica.
Vênus : Bela e suave.
Mercúrio : Indeterminada.
Lua : Estranha, melancolica.

As folhas e o caule indicam o planeta que domina as plantas. Em todo vegetal, a raiz corresponde ao planeta Saturno; a semente e a casca, a Mercúrio; o lenho, o tronco forte, a Marte; as folhas, à Lua; as flores, a Vênus; o fruto, a Júpiter.

As plantas influenciadas por Saturno são pesadas, pegajosas, adstringentes, de sabor amargo, acre ou ácido e produzem frutos sem flor, re-produzem-se sem semente, são ásperas e negruscas; possuem oieiro penetrante, forma rara, sombra sinistra; São resinosas, narcóticas, crescem muito lentamente; consagram-se em cerimonias fúnebres e empregam-se em trabalhos de magia negra.



As plantas que recebem a influência de Júpiter têm um sabor doce, suave, sutil, fracamente acidulado; todos os vegetais desta classe dão fruto, embora alguns não mostrem a flor; muitos dão fruto abundante e de aspecto esplendoroso.

As plantas influenciadas por Marte são ácidas,amargas, acres e picantes e tornam-se venenosas por excesso de calor; são também espinhosas, provocam comichão ao tocá-las ou prejudicam a vista.

As plantas do Sol são aromáticas, de um sabor bastante acídulo; tornam-se admiráveis contravenenos; algumas delas permanecem sempre verdes; possuem a virtude da adivinhação e são aconselhadas contra os maus espíritos; movimentam-se em direção ao sol ou apresentam a figura dele em suas folhas, flores ou frutos.




As plantas influenciadas por Vênus são de sabor doce, agradáveis e untuosas; produzem flores, mas sem dar frutos, possuem sementes em abundância e são geralmente afrodisíacas; seu perfume é quase sempre suave. São empregadas nas práticas de magia sexual.

As plantas que estão sob a influência do planeta Mercúrio possuem um sabor misto; produzem flores e folhas, mas não frutos; as flores são pequenas e de cores variadas.


As plantas que sofrem a influência da Lua são insípidas, vivem perto da água ou dentro da água; são frias, leitosas, narcóticas, antiafrodisíacas; suas folhas costumam ser de grande tamanho. Empregam-se em despachos de bruxaria.

PlanetaConfiguraçãoCor das FloresOdorSabor dos Frutos
SaturnoGrande e tristeNegras/cinzentasDesagradávelÁcido (venenosos)
JúpiterGrande e frondosoBrancas/azuisInodoroLigeiramente ácidos
MartePequeno e espinhosoVemerlhasPicanteVenenosos
SolMédioAmarelasCheiro forteAgridoce
VênusPequeno e floridoCores VivasDelicadoAçucarado
MercúrioMédio e sinuosoVárias coresPenetranteSabores diversos
LuaCaprichosoBrancasSuaveInsípidos


Você sabia que cada um de nossos sentidos corresponde a um elemento?


Cada um dos quatro elementos é relacionado a um de nossos sentidos, além da nossa quintessência, ou seja cada uma dessas formas de movimento nos revelará as qualidades das plantas, vibrando cada um de nossos sentidos responsáveis pela parte analisada.

Terra - Tato
Água - Sabor
Fogo - Visão
Ar - Olfato
Akasha - Audição


Analisando por esse condicionamento temos a tabela abaixo:

XPerfume das FloresSabor dos FrutosCor das Flores/PlantasForma das Flores/PlantasVolume das Flores/Plantas
Plantas da TerraDesagradávelAzedoAzuladaDelgadaMuito Alto
Plantas da ÁguaNenhumÁcidoEsverdeadaTrepadeiraCaule pequeno, frutos grandes
Plantas do FogoPenetrantePicanteEncarnadaRetorcidaMédio
Plantas do ArSuaveAçucaradoAmarelaOnduladaPequeno

Este quadro abrange somente os tipos simples, que são pura e exclusivamente teóricos; na realidade, é preciso combinar uns com os outros, estes quatro elementos, para se obter o quadro número dois dos signos zodiacais, o qual poderá indicar-nos o caráter geral de uma planta.

xFogoTerraArÁgua
ÁguaFogoTouroGêmeosCâncer
TerraAriesArLibraEscorpião
ArLeãoVirgemTerraPeixes
FogoSagitárioCapricórnioAquárioÁgua

Agora, se desejamos conhecer, a priori, as qualidades de uma planta sob o signo de Aries, se nos fixarmos neste segundo quadro veremos que Áries é um fogo (coluna vertical) de terra (coluna horizontal); as qualidades desta planta serão, portanto, de acordo com o primeiro quadro, um perfume penetrante; um sabor picante; as flores serão vermelhas e a planta será de caule médio.





As plantas que se acham sob o signo de Áries são quentes e secas; o elemento FOGO predomina nelas; finalmente, sua forma oferece semelhanças mais ou menos longínquas com a cabeça e suas partes secundárias; têm flores amarelas, de sabor acre, as folhas e o caule são débeis, com duas pétalas.

As plantas sob o signo de Touro são frias e secas; nelas predomina o elemento TERRA; seu sabor será, portanto, acre e de cheiro suave; têm o caule muito comprido, elevam eflúvios aromáticos, esfriam facilmente, produzem frutos em abundância. Algumas delas têm a forma duma garganta; plantas cujas flores são andrógenas. 

As plantas sob o signo de Gêmeos são quentes e ligeiramente úmidas; seu elemento é o AR; plantas cujas flores são brancas ou muito pálidas; folha extraordinariamente verde, sabor doce, quase sempre leitosas; apresenta certa relação de forma com as costas, o braço, as mãos, os seios; folhas com sete pontas. 

As plantas sob o signo de Câncer são frias e úmidas; a ÁGUA predomina nelas; são insípidas, vivem em terreno pantanoso, produzem flores de cor branca ou cinza; suas folhas têm forma de pulmões, de fígado ou de baços; mostram manchas e cinco pétalas. 

As plantas sob o signo de Leão são quentes e secas; dominadas pelo elemento FOGO; dão flores vermelhas, de sabor muito acre, quase amargo; seu fruto tem a forma de estômago ou de coração; são crucíferas. 

As plantas sob o signo de Virgem são frias, secas e nelas predomina a TERRA; plantas trepadeiras, com tecidos duros, mas se rompem com facilidade; suas folhas e raízes se assemelham ao abdome ou aos intestinos. Suas flores costumam desabrochar com cinco pétalas. 

As plantas sob o signo de Libra são quentes, úmidas, aéreas e nelas predomina o AR suas flores são raras; seus caules, altos e flexíveis; seus frutos ou sua folha lembram a forma dos rins, do umbigo, da bexiga; seu sabor é doce; crescem de preferência nos terrenos pedregosos.

As plantas sob o signo de Escorpião são quentes, úmidas. Possuem amiúde um gosto insípido; às vezes são aquosas, leitosas, de cheiro fétido; têm a forma dos órgãos sexuais do homem.

As plantas sob o signo de Sagitário são quentes e secas; são dominadas pelo elemento FOGO; são amargas e sua forma se parece com determinadas partes da região anal. 

As plantas sob o signo deCapricórnio são frias e secas; nelas predomina o elemento TERRA; suas flores são esverdeadas; sua seiva é tóxica e coagula-se.

As plantas sob o signo de Aquário são ligeiramente quentes e úmidas; são dominadas pelo AR; costumam ser aromáticas; têm forma de pernas. 

As plantas sob o signo de Peixes são frias e úmidas; nelas predomina o elemento ÁGUA; quase não têm sabor; têm forma de dedos; crescem amiúde em lugares frescos e umbrosos, perto dos lagos e pântanos.





Qual incenso e fragrância devo usar para untar velas em meus feitiços????


Nas velas - Ao untar uma vela com o óleo misturado na erva certa (essa seca e triturada) é capaz de aumentar as chances do ritual sair perfeito. Velas com essa preparação também são usadas para criar um clima mais "chamativo" para evocações.




I. Os incensos, uma vez utilizados de maneira correta, criam uma atmosfera no ambiente, de energia, equilíbrio e harmonia, que ajudam o ser humano a sintonizar mais facilmente com os planos superiores; 
II. Associam o homem à divindade, o finito ao infinito. Alguns, ainda, afirmam que os incensos possuem a incumbência de levar a prece para o céu. 
III. Os incensos estão relacionado ao elemento ar e representam a percepção da consciência que, no ar, está presente em toda parte. 
De fato, estas são apenas algumas das inúmeras afirmações devotadas a este “santo remédio”, se assim podemos chamá-lo. 
Os Incensos são misturas de ervas, aromas, ou seja, misturas de componentes alquímicos que possuem a função básica de elevar espiritualmente, tanto o ambiente como o próprio ser, servindo como agente mediúnico das intenções humanas ao Astral. 
Para manipular corretamente o incenso, devemos tomar certos cuidados tais como: 
a) Acender o incenso sempre com uma intenção clara, podendo ser um puro agradecimento, prece, meditação ou o que mais tiver em mente; 
b) Nunca devemos apagar o incenso com sopros; 
c) Tentar sempre escolher a fragrância ou mistura conciliando com o que buscamos. 
Alguns escritores descrevem a fumaça como sendo o, abstratamente, a transmutação da matéria em espírito , ou seja carvão com o aroma, respectivamente. Talvez isto explique o porque da necessidade de se ter uma intenção. 


Quanto às fragrâncias, precisamos entender que apesar de existem milhares delas, precisamos encontrar aquela que corresponde com nossa intenção. 
Por exemplo, se sua intenção é conectar-se com as energias cósmicas, a fragrância indicada será a âmbar. Já ,se a intenção é de se sentir feliz, com alegria de viver, a indicada será a canela, e por aí vai. Logo mais passarei uma pequena lista das fragrâncias com suas correspondências, dessa maneira ficará mais fácil para você escolher. 
Conforme prometido, seguem algumas fragrâncias com suas correspondências. Esta lista não é terminativa, muito pelo contrário, estarei sempre acrescentando novas fragrâncias com suas devidas correspondências. E se voce tiver alguma que não esteja listada, pode enviar por e-mail. Terei imenso prazer em acrescentar aqui. 

FRAGRÂNCIAS 

Absinto - Amor e Magia 
Acácia - Harmonia psíquica e tranqüilidade 
Alecrim - Proteção e boa sorte 
Alfazema - Acalma,Limpa e clarividência 
Almíscar - Romance e amor 
Âmbar - Atrai riquezas,energizante, coragem e autoconfiança 
Arruda - limpeza psíquica e física 
Bálsamo - Inspiração e relaxamento 

Benzoin - Atrai energia positiva e proteção física e psíquica 
Camomila - Calmante, boa sorte, bons sonhos 
Canela - Negócios, prosperidade e sucesso 
Cânfora - Limpeza da aura, purificação e harmonização 
Cedro - Relaxamento e purificação 
Cravo - Concentração, limpeza astral e amor 
Dama da Noite - Romance e amor 
Erva Doce - Atração, prosperidade 
Eucalipto - Paz 
Flor de Laranjeira - Boa sorte e amor 
Gerânio - criatividade e vitalidade 
Hortelã - Prosperidade e bons sonhos 
Jasmim - Tranquiliza/Relaxa/Amor , união e inspiração 
Laranja - Paz 
Maçã - vitalidade e boa sorte 
Madeiras - Harmonia e Paz , força e sucesso 
Mel - boa sorte e prosperidade 
Menta - Estudos 
Mirra - Elevação mental/ Limpeza , proteção e purificação 
Morango - boa sorte 
Nós Moscada - Negócios/ Prosperidade 
Ópium - Inspiração e criatividade 
Orquídea - Afrodisíaco, harmonia, amor, beleza 
Patchouli - Afrodisíaco; anti-depressivo, amor, clarividência, atração 
Pêssego - Boa sorte 
Raízes - Harmonia 
Rosas Brancas - Harmonia, purificação 
Rosas Vermelhas - Paixão, comunhão espiritual 
Sândalo - Meditação 
Verbena - criatividade, inspiração e bons sonhos 
Vetiver - estimulante, sucesso 
Violeta - paz, humildade 


Fonte: http://viasinistrae.livreforum.com/t334-herbologia

Entendendo o Vampirismo Energético em Comunidades Virtuais

Gente, adorei isso aqui... Leiam! Tenho certeza absoluta que muitos de vocês irão se identificar com essa situação. Bênçãos!!!! Alana


By: Ricardo Draco

Resolvi escrever este artigo, pois sei que além de ser um fato curioso, todo mundo que conheço, inclusive eu mesmo, já fui vítima desses processos e que pode parecer de forma muito sútil, mas que são muito comuns em nosso dia a dia.

Claro que as comunidades virtuais não poderiam ficar fora destas manifestações, pois envolvem todo um processo psíquico e vibracional, e acredito que muitas pessoas sintam, ou pelo menos as mais sensítivas, alguns perfis mais "pesados" do que outros, se você consegue distinguir isso já esta no caminho exato para ir a um passo além do famoso escape de energia, que chamaremos gentilmente de vampirismo cibernético.

Pode parecer estranho, mas nem todas as pessoas vibram positivamente, na verdade dentro dessas comunidades a tendência é reinar uma certa invejinha quando colocamos algum evento bem sucedido, seja uma foto de bem com a vida, seja um namoro ou coisas ligadas aos empreendimentos comerciais, a tal "invejinha" serve de parâmetro básico para entender a nuvem negra que paira sobre o seu perfil, entre muitas outras coisas!


Claro que eu poderia dizer, fechem os seus perfis e sua vida irá mudar, bom... é difícil  para mim dar esta notícia ruim aos meus leitores, mas ela não vai mudar, pois as relações virtuais, por muitas vezes são complementos da vida pessoal, mas de certo você sentirá um certo alívio quando retira algumas pessoas do seu perfil virtual, quem já o fez sabe do que estou dizendo. Normalmente entramos nessas redes para aumentar nossa rede de conhecidos e afins, além da divulgação de projetos, contudo existe a necessidade de fazermos uma administração de tempos em tempos, algumas das famosas limpas, e quando isso ocorre, além do corte das famosas fofocas, também nos protegemos de bullying e vampirizações.

E não é por que não gostamos das pessoas, mas pelo fato de preservação, pois algumas delas estão muito necessitadas de nossa energia, embora elas mesmas não entendam o motivo da real necessidade de assédio, seja por estarem sendo usadas ou por serem vampiros espirituais em essência e desconhecem o fato. Coloquei alguns arquétipos mais facilmente reconhecidos, vou citar alguns e vocês comparem se existem em seu perfil, OK? Vamos a eles:


O carente

O carente é aquele que vive necessitado de atenção, você entrou em alguma comunidade e lá vai ele atrás, você curte e ele curte também, você briga com alguém e lá vai ele também brigar com a pessoa, você posta e em todas as postagens lá esta ele pedindo atenção, acenando loucamente, e quando posta algo e se você não curtir, vem logo saber o motivo da sua ausência. Existem pessoas solidárias e existem pessoas "estranhas", a diferença esta em que cada passo dado esta pessoa te seguirá como uma sombra...

O contrário

Sujeito é totalmente incompatível contigo, mas você o adiciona por algum motivo que depois de um tempo você nem sabe qual é, e cada publicação que coloca, lá vai ele fazer críticas, algumas até infundadas e superficiais, mas ele quer estar ali, sugando cada momento do seu perfil como uma erva daninha, sufocando e eliminando qualquer característica ou ação própria que venha a ter, para não despertar mais intriga você cede e vira praticamente um robô diplomático e poderá se transformar em um zumbi sem opinião própria e com falta de discernimento para saber o que você realmente pensa do que ele, o vampiro, pensa.

O psicopata

O elemento é retirado do seu projeto, mas ele continua a te perseguir, dai o próximo passo é a exclusão da amizade, não adiantando você chega ao extremo de bloquear o sujeito, mas ele não contente inventa um perfil falso e continua no seu encalço, e acabamos por fechar projetos e limitar o nosso perfil para que tenhamos um pouco de tranquilidade, contudo o "Grande Olho de Sauron" (Filme Senhor dos Anéis) ficará sempre vigilante.

O perturbado espiritualizado

Geralmente são aquelas pessoas que confundem Jesus com Genésio, com uma filosofia de vida mesclada a um bom esoterismo cibernético, elas ficam ali ora rezando para Shiva, ora para Exú, e todo seu conhecimento é regado em frases feitas. Normalmente não sabem nem quem são ao certo, mas acreditam que um bom título e um mestre imaginário fazem milagres em suas vidas, e ai de você se duvidar ou questionar! Encontrará o mestre ascensionado de xamã guerreiro da luz louco para dar lições que algum lunático passou e o sujeito levou a sério. No começo você vai rir se for mais espirituoso, mas no final esse sujeito irá usar seus poderes de pokemon e se transformará no Inquisidor (veja abaixo)

O influenciador

Este é o vampiro clássico, aquele que faz você ficar cego e em dúvida com as coisas mais básicas da vida e que em qualquer outro momento, fora de sua influência, você conseguiria definir melhor as coisas e ter bom senso. As pessoas são bombardeadas com informações conflitantes e que colocam em dúvida até a lógica dos fatos. Se tiver alguém vampirizado por um influenciador, esqueça, desista, pois tudo o que você falar será usado contra você nos tribunais! 




O parasita

Também conhecido como âncora, é aquele que te assume como pai ou mãe, e ali ele vai ser um peso, não tem poder pessoal, tudo é difícil, inconcebível ou impossível para ele, então vai lá você ajudar de todo jeito e a cada ajuda você recebe uma desculpa e no final das contas, você perde tempo e energia.


O inquisidor

É aquele que te joga na fogueira, cria boatos, distorce palavras, monta paralisações, paredões e complôs. O sujeito vive da agonia dos outros, do cheiro do conflito e no final passa pelo ser mais bonzinho e espiritualizado e moralmente aceito, mas não se engane, é o drogado que fala de drogas, é o vegetariano que come carne e assim por diante.







O que fazer em um momento como esse? Eu recomendo uma tática que vai lhe transformar em vilão da estória, mas pelo menos você vai ter uma relativa paz e uma leveza quando entrar no seu perfil, minha sugestão é bloquear e eliminar as pessoas ligadas ao vampiro energético, pois ele vai utilizar desses contatos para chegar até você e entenda, você não vai conseguir consertar a situação, pois é certo que estas pessoas ficarão contra você, então se anime, isto não acontece somente contigo, e com isso você também faz uma limpa de quem realmente valoriza a sua amizade, bem como separa as pessoas interessadas em atividades que você desenvolve ou que se aplica.

No mais vampiros espirituais tem uma tendência normal, como todo marginal, a serem oportunistas, então tente complicar o máximo para que eles não o acessem, por exemplo, ao invés de deixar (quando necessário) o seu email, deixe o celular, ligação de telefone custa dinheiro e isto pode também limitar estes acessos, mas o melhor é tomar o máximo de distância.

Evitem falar sobre o tema, geralmente vampiros mandam seus zumbis em busca de mais energia, e quando eu falo zumbis é uma ilustração às pessoas que não conseguem pensar mais direito diante da influência e que vão sugar sua energia indiretamente, servindo de ponte, por isso, como no dito acima, corte vínculos e seja pleno em si.

Espero que com este artigo você possa ter uma noção, e entenda de uma vez por todas! Trate o seu "mundo virtual" como agiria em um mundo real; perfil é como a nossa casa e comunidades é como um barzinho. Na sua casa você faz as regras se vai servir chá ou café e coloca para dentro quem desejar. Já no barzinho alguém pode autorizar pessoas a sentarem em sua mesa, podem conversar contigo, mas se o papo estiver chato, você pode pegar a sua cerveja e sentar em outro local do bar ou mesmo ir para outro bar.

Entenderam? Simples assim... E claro, tenham prioridades em suas vidas! Vampiros adoram gente fútil e superficial.

Um grande abraço fraternal,

Ricardo DRaco


Fonte: http://bruxaria-tradicional.blogspot.com.br/2013/12/entendendo-o-vampirismo-energetico-em.html

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Abrindo e fechando o terceiro olho - Como ver o outro lado.

IMPORTANTE: Veja o autor do texto e a fonte sempre que for ler. Bênçãos

Autor do texto: Raijjin



Vejo muitos ocultistas pedindo exercícios de treinamento,iniciação,ataques e defesas... 
Mas raramente vejo nas comunidades de ocultismo algo sobre como VER o outro lado.
Os iniciantes andam negligenciando partes importantes e determinados "ocultistas" que falam de evocações (com aquela velha preferencia especial a goétia) dizendo terem visto as entidades a sua frente cara a cara.

Bom,a verdade é que ninguém está protegido realmente daquilo que não consegue "ver". "Ver" aqui entre aspas mesmo. Raramente um magista verá com os olhos uma entidade. 
Entidades são energia vibrando em frequência diferente daquela em que está o plano físico. Plasmar-se é um trabalho cansativo e energeticamente esgotante,então é um recurso raro e utilizado em casos extremos de necessidade,por entidades poderosas. 

Para que tanto trabalho em criar uma "concha" e preenche-la,quando é muito mais fácil simplesmente manipular a chama de uma vela do altar? Ou soprar palavras com o vento?Possuir uma pessoa em transe ou aparecer em um sonho?
Aqueles que dizem que a entidade apareceu PESSOALMENTE e a viu com os olhos físicos tem grandes chances de estar mentindo. 

Mas não é isso que importa aqui. O que de fato importa é que a prática da mentalização,perscrutação (vulgo Skrying) e as técnicas de abertura da terceira visão são de importância crucial a qualquer ocultista que se preze. 

Mentalização - Está tudo na sua cabeça Começaremos pelo mais simples. Presumo que todos vocês possuam cérebro. E que todos vocês utilizem seus cérebros para pensar e imaginar coisas. 
A mentalização nada mais é do que treinar sua mente para que você a controle e não o contrário. Nada estraga mais um ritual do que pensar no almoço de ontem ou na vizinha gostosa enquanto tenta entrar em contato com forças superiores. 

Darei aqui 3 dicas para treinamento exclusivo da mente,concentração/focalização e criação.

1- Concentração e Foco.
Nós devemos aprender a esquecer nossos sentimentos,emoções e sensações desnecessários do dia a dia, tais como euforia,amor,excitação,decepção,preocupação;durante nossos rituais para não sermos influenciados. 

Para esta prática,comece traçando um círculo a seu redor,para que os pensamentos não atraiam entidades que possam influenciar. 
Sente-se confortavelmente,de preferencia em posição de lótus. Comece imaginando a sua frente um pequeno ponto negro. Fixe bem esta imagem simples durante alguns segundos. Imediatamente imagine que ele aumenta de tamanho até tornar-se um grande vórtice em espiral,como um buraco negro. 
A partir daí pare de forçar a sua mente. Apenas mantenha a visualização. Se algum pensamento alheio vier a cabeça,não lute contra ele,mas atire-o simbolicamente para dentro do vórtice. Imagine a situação ou objeto que a representa (ou individuo) sendo tragado pela escuridão. Naturalmente o praticante irá começar a deixar de se focar em assuntos desnecessários,ou meramente atira-los no esquecimento momentâneo automaticamente. 
Quando conseguir se manter por cerca de dez minutos em Lótus,sem mais nenhum pensamento e apenas olhando o vórtice a sua frente sem ser incomodado,passe para o próximo exercício. 
Esta prática é recomendada a iniciantes diariamente para aprenderem a manter a concentração no que estão fazendo. 

ps: Sobre Focos Mágikos.

Objetos consagrados podem ajudar a manter o magista preso a uma intenção durante o momentos do ritual. Um "foco" mágico como um sigilo,fotografia da vítima,objeto que faça menção a Vontade na qual o rito se baseia são de grande ajuda. Nada complicado,apenas símbolos óbvios ou que façam sentido pro magista. 
Concentrar-se nestes objetos por dias antes de um ritual ou evocação pode ser de grande ajuda. 

2- Tornando-se Criador

Esta é uma prática bem divertida. Ajuda a estimular sua criatividade e ajuda a diferenciar o plano mental do plano Astral. 
É aconselhável que antes de que se tente viajar até o plano astral,se acostume primeiro em estar dentro unicamente da própria cabeça. Isto para não terminar confundindo o que é puramente o SEU plano mental e pessoal do plano astral coletivo,onde várias mentes estão presentes,incluindo entidades. (embora seja possível invocar entidades para dentro de seu plano mental.

Tendo conseguido uma boa prática no exercício anterior,e estando relaxado e em um dia tranquilo,sente-se novamente e trace seu círculo. Mantenha-se no controle de sua mente desta vez. Deixe-a totalmente limpa,como uma página em branco e comece a criar. Imagine um lugar. Pode ser uma floresta,um cemitério,uma ilha,um deserto,o que quer que seja,desde que seja um local onde você se sinta confortável. Foque-se dentro desta paisagem. Fixe não só a imagem,mas também os cheiros presentes,a temperatura,as sensações,luz e sombra,tato... tudo. 
Repita esse processo até que a paisagem esteja bem fixada. Então comece a imaginar uma casa vazia. Algo pequeno,com um comodo apenas. Pode ser um casebre de madeira ou uma casinha de tijolos. 
Prossiga da mesma forma que anteriormente. Quando fixar a casa,coloque móveis.Objetos. Animais. 
Povoe sua mente e crie seu local seguro,seu refúgio em sua mente. Quando for meditar,imagine-se primeiramente neste local,sempre da mesma forma como o imaginou primeiramente,em detalhes. Com o tempo,quem o fizer descobrirá ser bem útil para muita coisa,inclusive realização de rituais no plano mental sem componentes físicos... 
Lembre de imaginar o local protegido e infinitamente seguro. 

ps:Isso cria o local apenas na sua mente. Este local não existirá no plano astral. Este exercício é para exploração da mente e auto conhecimento.

3-Explorando o inimaginável
Quando seu local próprio estiver totalmente pronto e seguro ele estará pronto para uso. 
Para continuar a expansão da mente,saia de seu local de segurança,dentro de sua mente. Caminhe pela paisagem que primeiramente imaginou. Simplesmente siga para o horizonte ou para além das árvores,montanhas,lápides ou o que quer que seja. 
Enquanto se imagina (vê,sente) caminhar,deixe a imaginação fluir livremente. Não retenha,não force nada,ainda que não pareça fazer sentido encontrar uma estrela do mar na mata densa e escura,procure interpretar o porque disto. 
Imagine outras pessoas,outros seres. Eles são frutos da sua mente,e você deve interagir com eles. 
Quanto mais fundo for,mais de si mesmo você conhecerá. Mais de sua própria mente você poderá interpretar,e este é um passo grande para um ocultista,antes que ele lide com forças externas. 
Talvez durante a travessia do local,você se depare com energias internas as quais você não fazia sequer ideia de que possuía em seu interior... 

Lembre-se de encerrar cada sessão de exploração voltando a seu local de origem - seu refúgio em segurança. Há coisas dentro de você que com toda certeza não devem ser deixadas livres por aí. Pro seu próprio bem. 

Para se "ver" o indesejável
"Se pudessem ser vistos todos os demônios que habitam a mente humana,a vida seria impossível."


Acho que a frase era essa. Bem,não importa. A grande questão aqui é: Você REALMENTE quer "ver" (assim mesmo-entre aspas) o outro lado? Tenha consciência de que quanto mais você estiver vendo eles,mais atenção deles você irá chamar. 
E não falo apenas de fantasminhas,loira do banheiro e coisas do estilo. Ter uma "mente aberta" pode ser mais inconveniente do que parece,se você não souber como se fechar e evitar visões desagradáveis,alucinações e afins. 

Então,tenha bem certeza de onde está metendo a mão,para não chorar caso chegue a perde-la. 

1-Iniciando:
Não é legal começar estes trabalhos chamando uma entidade,a menos que você esteja acompanhado de um ocultista mais experiente ou conheça intimamente uma entidade que não se tornasse um incomodo posteriormente. 
Simplesmente vá "de passagem" a um local que com toda certeza seja habitado por entidades. Tenha certeza de saber traçar um círculo decente e realizar um banimento ainda melhor depois. 
Casas abandonadas, Cemitérios e hospitais são locais interessantes,se você souber se proteger. Apenas olhe lá para dentro por alguns minutos. Não,não precisa ser a noite. Mas é necessário se concentrar. 
Não procure ver com os olhos,mas deixar que imagens livres cheguem a sua "tela mental" (como chamam alguns autores de livros). 

2-Prática diária:
A perscrutação ou Skrying é uma prática importante para esses trabalhos. Água,cristais,espelhos,não importa a superfície,desde que seja refletora. 
Posicione uma vela atrás da superfície de forma que a luz não interfira na lâmina refletora,mas torne possível a você distinguir imagens no espelho. Simplesmente fixe sua visão em um ponto qualquer do espelho. Evite piscar e mantenha seu foco de atenção unicamente no espelho. 
Depois de 10 minutos por dia dessa prática você pode começar a "ver" coisas que só você vê durante o dia a dia. As vezes ouvir também

Ao fim destas práticas você terá trabalhado um canal de comunicação com o astral,que torna mais fácil o acesso a comunicação com entidades e delas com você. 
É sempre bom lembrar de buscar proteção,porque estas práticas se feitas de forma irresponsável podem ocasionar em loucura. Para evitar a insanidade causada por contatos e presenças indesejáveis procurem uma BOA proteção extra antes,durante e depois de cada exercício aqui postado. 

Eu não me responsabilizo por NADA que ocorra por uso indevido das práticas aqui mencionadas,nem nenhum membro da moderação..




PROTEÇÃO PSÍQUICA 

por Ramona Ferreiro - ramonaferreiro@yahoo.com.br
Dando continuidade ao tema Proteção Psíquica, hoje vamos falar sobre a importância de se fechar os chakras quando formos trabalhar com o outro (trabalhos energéticos) ou quando formos a locais onde podemos perder energia como hospitais e velórios.

Os chakras fazem a ligação entre os corpos sutis e o corpo físico. Quando os chakras não estão saudáveis corremos o risco de sofrermos invasão energética. Outra coisa que pode ocorrer, aliás com freqüência, é absorvermos o estado emocional de outra pessoa. Intuitivamente tentamos nos proteger quando nos sentimos ameaçados ao cruzarmos os braços na altura do plexo solar. O plexo solar bloqueado ou aberto demais nos deixa suscetíveis a vampirismo (roubo de energia); já com o terceiro olho aberto em demasia ficamos vulneráveis a níveis astrais e pensamentos de terceiros. Se o chakra básico estiver bloqueado e o da coroa aberto, podemos nos sentir aéreos e desorientados. Fechar os chakras e protegê-los deve ser um hábito como tomar banho e escovar os dentes.

Depois de recebermos Reiki ou praticarmos meditações ficamos com os chakras abertos e com o fluxo de energia aumentado; protegê-los nos garante manter a energia por mais tempo ao invés de sair distribuindo-a por aí indevidamente, ou melhor, deixando que seja sugada.

Após cada trabalho realizado com o outro devemos desobstruir os nossos chakras. Os exercícios devem ser feitos em local silencioso, em posição confortável e livre de interrupções.

Exercício para abertura e fechamento dos chakras:

1) Sente-se em posição confortável, feche os olhos, realize algumas respirações lentas e profundas.
2) Volte a atenção para a base da coluna e visualize uma flor de lótus vermelha fechada que abre-se lentamente até desabrochar completamente, reluzindo energia.
3) Quando a flor estiver aberta volte a atenção para o segundo chakra (4 dedos abaixo do umbigo); visualize uma flor de lótus laranja fechada que vai se abrindo lentamente como a anterior e também cheia de energia.
4) Agora volte a atenção para o plexo solar (altura do diafragma) e visualize a flor de lótus amarela mais uma vez se abrindo e expandindo energia.
5) Siga para o chakra cardíaco (entre os mamilos), visualize o botão de lótus rosa aninhado no coração. Veja ele se abrindo e transformando-se numa linda flor reluzente de energia.
6) Passe ao chakra da garganta. Veja o botão de lótus azul claro se abrindo lentamente até se transformar num lindo lótus brilhando de energia.
7) Dirija a atenção para o terceiro olho (entre as sobrancelhas) e visualize uma flor de lótus azul escuro fechada que se abre lentamente até reluzir de energia.
8) Agora dirija a atenção para o chakra da coroa (no topo da cabeça); visualize um grande botão de lótus na cor violeta que se abre em mil pétalas que recebe energia cósmica para o seu centro.
9) Quando terminar a meditação faça o caminho inverso, começando pelo chakra da coroa veja a flor de lótus se fechando em botão.
10) Agora veja o lótus do terceiro olho se fechando.
11) Volte a atenção para o chakra da garganta e veja o lótus se fechar.
12) Desça para o chakra do coração e veja o lótus se fechando.
13) Dirija a atenção para o plexo solar e veja o lótus se fechar.
14) Visualize agora o chakra sexual se fechando em botão.
15) E finalmente o chakra básico se fechando.

Obs.: Ao abrir os chakras eles se enchem de energia; ao fechá-los você protege sua energia.

Exercício de proteção de chakras:

1) Em pé, olhos fechados, faça algumas respirações lentas e profundas até sentir que entrou em alfa (um estado alterado de consciência onde se sente mais calmo(a).
2) Coloque sua mão dominante na frente do chakra básico (na altura do órgão sexual) e imagine que do centro da palma da mão sai uma energia vermelha que penetra no chakra, movimente a mão lentamente no sentido horário, fazendo círculos.
3) Quando sentir que foi o suficiente suba a mão para o segundo chakra (4 dedos abaixo do umbigo) e transfira da sua mão uma energia laranja (repetindo os movimentos do tópico 2).
4) Quando achar que foi suficiente passe ao plexo solar; transfira agora energia amarela (repetindo os movimentos do tópico 2).
5) Quando achar que foi suficiente passe para o cardíaco e transfira agora energia verde (repetindo os movimentos do tópico 2).
6) Quando achar que foi suficiente passe para a garganta e transfira agora energia azul clara (repetindo os movimentos do tópico 2).
7) Quando achar que foi suficiente passe terceiro olho; transfira agora energia azul índigo (repetindo os movimentos do tópico 2).
8) Quando achar que foi suficiente passe para o chakra da coroa e transfira agora energia violeta (repetindo os movimentos do tópico 2).
9) Quando achar que foi o suficiente volte a mão para o primeiro chakra para dar continuidade ao exercício, agora fechando os chakras e intencionando protegê-los de ataques energéticos e perda de energia;
10) Imagine que seu chakra é uma linda rosa aberta e com suas mãos feche suas pétalas, de modo que a rosa se feche em botão.
11) Repita o procedimento em todos os chakras.

Namastê.